Stock: No Rio, Cacá tem a chance de conquistar o bicampeonato

Cacá Bueno, da equipe Eurofarma-RC, pode conquistar o bicampeonato da Copa Nextel Stock Car, já no próximo dia 18 de novembro, no Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de janeiro. Com 25 pontos de vantagem para o vice-líder e 30 pontos para o terceiro colocado, Cacá precisa chegar à frente de Thiago Camilo e de Rodrigo Sperafico, independente da pontuação de cada um.

“Claro que penso na possibilidade de ser bicampeão no Rio de Janeiro, onde moro e em uma pista que gosto muito. Mas procuro me concentrar em continuar o trabalho bem-sucedido que conseguimos, eu, o Jorge Neto e toda a equipe do “Meínha”, ao longo da atual temporada e lutar pelas primeiras posições, como fizemos em todas as provas realizadas”, comentou.

Segundo Cacá, ele vai correr como nas outras duas etapas do Playoff. “Desde o início, disse que, para ser campeão seria muito importante a regularidade nestas últimas quatro corridas, marcando pontos em todas. O objetivo no Rio será esse. Se conseguir, no final da prova, sair com a mesma diferença para os adversários, poderei comemorar o título por antecipação. Se não, que seja em São Paulo, mesmo por apenas um ponto.”

Tanto Cacá Bueno como Jorge Neto acreditam em uma corrida emocionante como as duas últimas etapas. “A pista carioca, apesar de mais curta que o traçado original, é larga e oferece vários pontos de ultrapassagem. As reformas feitas nas zebras melhoraram a segurança e vão permitir que andemos ainda mais rápido”, comentou Jorge Neto.

Quatro pilotos ainda têm chances

Faltando duas corridas, somente quatro pilotos têm chances ainda de ser campeão: Cacá Bueno, Thiago Camilo, Rodrigo Sperafico e Felipe Maluhy. Para o paulista Maluhy, 45 pontos atrás do líder, é preciso vencer as duas etapas finais e ainda torcer para que Cacá não marque mais de cinco pontos nas duas provas.

Já o paranaense Rodrigo Sperafico, com 242 pontos, também tem uma missão bem difícil. Precisa marcar pelo menos 31 pontos (um segundo e um quarto lugares) e torcer para que o líder não pontue. Ou vencer mais uma etapa e terminar entre os cinco primeiros na outra.

O paulista Thiago é o com maiores possibilidades de brigar pelo título com Cacá. Para ser campeão, é necessário chegar à frente do adversário e amigo nas duas provas e abrir 13 pontos em cada uma – terminar as duas etapas em quarto e quinto lugares e torcer para que Cacá não pontue.

Para o companheiro de Cacá Bueno, Jorge Neto, qualquer que seja a combinação de resultados, os adversários terão muito trabalho para descontar a vantagem aberta nas 10 etapas da Copa Nextel Stock Car. “Se manter o desempenho que apresentou durante o ano, ninguém tira o bicampeonato do Cacá. Ele tem a incrível média de 15 pontos por corrida. Mesmo se analisarmos o início da temporada, quando marcou 9 pontos nas duas primeiras etapas, o Thiago precisaria fazer 35 pontos e o Sperafico, 40. A média do Thiago é 11 pontos por prova e do Sperafico, 8 pontos. Vamos ter que esperar até domingo, dia 18, para ver o que vai acontecer”, finaliza Jorge Neto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *