Stock: Officer mostra progresso na abertura da temporada

Novo formato da classificação ainda provoca reflexões.

O progresso demonstrado pela equipe Officer Motorsport no final da temporada de 2007 foi confirmado ao final dos treinos oficiais para a prova de abertura do Campeonato Brasileiro de Stock Car, competição que acontece amanhã (domingo, 13), em Interlagos. Duda Pamplona e Nonô Figueiredo, os dois pilotos da equipe, mostraram-se competitivos durante a primeira parte do treino, mas acabaram prejudicados por situações típicas do esporte: o carro de Pamplona ficou sem embreagem e Figueiredo foi prejudicado por um concorrente. Segundo Fábio Gaia, o diretor esportivo da equipe, o balanço do dia, porém, foi bastante positivo:


 


“Embora o progresso que consolidamos no final do ano passado não se reflita no resultado dos treinos, conseguimos manter esse padrão de qualidade. Posso dizer que estamos começando a temporada de 2008 bem melhor do que do que 2007.”


 


Nonô: “Ainda precisamos conhecer melhor o novo sistema”


 


Uma das novidades mais aguardadas da temporada era o novo sistema de classificação, dividido em três sessões. A primeira delas dura meia hora, quando são selecionados os 16 pilotos mais rápidos entre os 34 inscritos; na segunda, que dura 20 minutos, são definidas as seis vagas da disputa final. Uma disputa de duas voltas entre o primeiro e o sexto; o segundo e o quinto e o terceiro e o quarto classificados define as três primeiras filas do grid. Para Nonô Figueiredo, que foi prejudicado por um concorrente em sua volta mais rápida, o sistema ainda precisa ser mais avaliado:


 


“Em princípio gostei da nova forma, que pode ser melhor para a categoria. No entanto, acredito que só após duas ou três provas estaremos adequados ao novo sistema. Afinal, tínhamos uma hora e meia de classificação e agora são três sessões eliminatórias,  o que significa menos tempo para acertar, ou reparar, o carro.”


 


Assim como Nonô Figueiredo, Duda Pamplona também andava entre os15 mais rápidos da “Q1” – como já ficou conhecida a primeira fase da classificação. Um problema no acionamento embreagem (a primeira análise do carro indicou o possível rompimento de um condutor de fluído), porém, pôs fim às esperanças de passar para a fase seguinte.


 


“São problemas que acontecem, apesar de tomarmos todos os cuidados para evitar isso. De qualquer forma, acredito que temos um bom carro para a corrida.”


 


Duda vai largar em vigésimo lugar e Nonô em décimo quinto. A pole position é do veterano Ingo Hoffmann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *