Stock: Para Claudio Ricci, não há favoritos na Corrida do Milhão

Piloto gaúcho aposta no equilíbrio da categoria, que fez seis vencedores em seis provas, para manter o sonho de chegar ao prêmio com a Crystal Racing Team

Disputando sua primeira temporada completa, o gaúcho Claudio Ricci marcou pontos em três das seis corridas realizadas até o momento e aposta na evolução da Crystal Racing Team para alcançar resultados ainda melhores na segunda metade da temporada 2010. Começando pela cobiçada Corrida do Milhão, sétima etapa do campeonato, que será disputada neste domingo (5), no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace, em São Paulo (SP).

“Esse é o tipo de corrida que não tem favorito”, analisa Claudio Ricci. “Nós temos chances como qualquer outra equipe, só precisamos continuar nossa luta para melhorar na classificação, porque na corrida, com pneus desgastados, nosso carro é bom”, revela o piloto da Crystal Racing Team, que vem de uma vitória em sua última passagem pelo circuito de Interlagos, mas na categoria que disputa paralelamente, o Itaipava GT Brasil.

Neste fim de semana, ele prevê um desafio ainda maior, considerando que a corrida terá pouco mais de uma hora de duração e dois pit stops obrigatórios. “Por se tratar de uma corrida longa, a equipe precisa estar muito bem preparada, especialmente para as paradas de box. Estou ansioso para ver o comportamento do carro aqui, porque estamos de volta a um autódromo, depois de dois circuitos de rua onde andamos bem”, conta Claudio Ricci, autor da melhor volta em Ribeirão Preto.

A ansiedade é ainda maior para o companheiro de equipe dele, Constantino Jr, que volta a categoria depois de uma etapa ausente, em Salvador, na Bahia. “Soube na véspera dos treinos livres que não poderia participar da corrida de Salvador, porque minha programação sofreu mudanças de última hora. Felizmente, o Juliano (Moro) pôde me substituir e colaborou bastante com o time. Agora, está tudo em ordem e estou feliz de voltar a correr. Para mim, foi um intervalo mais longo desde Ribeirão Preto”.

O piloto ainda busca seus primeiros pontos na temporada 2010. “Nosso ritmo de corrida é bom. Tanto que já me aproximei algumas vezes dos pontos. Mas, basicamente, o que precisamos é largar melhor, conseguir boas posições no grid. Este é um esforço duplo: nosso, no sentido de tirar o máximo do carro, e da equipe, de encontrar o acerto adequado para os treinos classificatórios. Mas acredito que vamos chegar exatamente onde desejamos”, afirma Constantino Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *