Stock: Para pilotos da Katalogo Racing, etapa de Santa Cruz é vital na classificação para os playoffs

Restando três corridas para o encerramento da fase classificatória, Alan Hellmeister e Ruben Carrapatoso precisam marcar pontos na prova deste domingo para continuar vivos na disputa por uma vaga entre os “Top 10”.

 


Única equipe paulista a participar dos playoffs da Stock Car em 2006, a Katalogo Racing terá neste fim de semana, em Santa Cruz do Sul, uma etapa decisiva na classificação para as finais da atual temporada da Copa Nextel. Depois de enfrentar os mais variados problemas nas cinco primeiras corridas do ano, o time paulista ainda sonha com a classificação e precisa de um bom resultado na prova gaúcha para se manter na disputa.


Para somar pontos em Santa Cruz, a Katalogo Racing aposta no bom desempenho apresentado por seus carros nas três corridas passadas, quando Ruben Carrapatoso e Alan Hellmeister mantiveram um ritmo de corrida compatível com o dos primeiros colocados.


Nosso maior problema tem sido os treinos de classificação”, explica Ruben Carrapatoso, que compete pela equipe desde o ano passado. “Na Stock Car de hoje, partir no pelotão intermediário significa ficar a 0s4 ou 0s5 da pole position. Essa diferença não significaria uma desvantagem tão grande em boa parte das categorias nacionais e internacionais, mas como as provas da Stock Car são curtas, e em alguns circuitos as ultrapassagens são impossíveis, fica difícil conseguir pontuar caso o piloto não vá bem na tomada de tempos”, acrescentou.


Para continuar sonhando com a classificação, os pilotos da Katalogo Racing precisam terminar as próximas três provas entre os cinco primeiros colocados, um resultado considerado possível pelo estreante Alan Hellmeister.


“Consegui me classificar bem em Campo Grande e em São Paulo, onde marquei meu primeiro ponto na Stock Car. Em Londrina tivemos novamente condição de chegar entre os primeiros, e como os circuitos de Santa Cruz, Curitiba e Brasília são favoráveis a ultrapassagens, creio que nas próximas provas possamos andar novamente no pelotão da frente”, opinou Hellmeister.


Com 75 pontos em jogo até o encerramento da primeira fase da temporada, todos os participantes do campeonato possuem chances matemáticas de classificação. Nenhum deles está, oficialmente, garantido nos playoffs, embora os líderes Thiago Camilo (77 pontos), Ricardo Maurício (61), Cacá Bueno (57) e Ingo Hoffmann (51) já tenham ultrapassado a pontuação mínima necessária para a classificação na temporada de 2006 – que foi exatamente de 51 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *