Stock: Pedro Gomes faz melhor volta da prova

Piloto da Nevralgex-L&M Racing ganhou prêmio de R$ 10 mil pela volta mais rápida e doou dinheiro para os mecânicos da equipe; Ricardo Zonta tem problemas de pneu quando estava em sexto lugar.

A equipe Nevralgex-L&M Racing mais uma vez mostrou potencial para brigar pelas primeiras colocações hoje, na disputa da décima etapa da Stock Car, em Tarumã. O piloto Pedro Gomes foi o autor da volta mais rápida da corrida, ao registrar o tempo de 1m07s572.

Tanto ele quanto Ricardo Zonta andavam entre os mais rápidos da prova, até que abandonaram a corrida com problemas de pneu. Para Gomes, a melhor volta também garantiu um prêmio de R$ 10 mil, quantia que será dividida entre os integrantes da equipe.

“Foi muito bom fazer a melhor volta, porque o prêmio será oferecido aos mecânicos, que merecem este incentivo pela dedicação de horas e horas trabalhando sem parar”, diz Pedro. “Ao mesmo tempo, este resultado mostra que temos condições de brigar pela vitória nas duas provas finais do ano”, comentou.

O piloto de Ribeirão Preto novamente tinha boas chances de terminar a corrida entre os primeiros, mas foi obrigado a abandonar a prova com problemas de pneu.

“Vinha fazendo um bom trabalho, ocupando a oitava colocação em um pelotão bastante disputado. Foi quando vi o Ricardo (Zonta) saindo da pista e logo imaginei que ele estava com dificuldades com os pneus. Duas voltas depois, também tive problemas e abandonei a corrida”, diz Pedro Gomes.

Também da equipe Nevralgex-L&M Racing, Ricardo Zonta era um destaques da prova. O piloto de testes da Renault na F-1 largou na décima colocação e já estava em sexto lugar quando teve que abandonar a prova.

“Estava economizando pneus desde a primeira volta. Vinha bem posicionado na corrida, em sexto, esperando por algum problema ou erro dos cinco primeiros para atacar nas voltas finais. Vinha tranqüilo, sem nenhum problema no pneu, mas de uma hora para outra a borracha apresentou algum defeito, estragando o composto e me deixou completamente sem aderência”, diz Zonta.

O paranaense acredita que poderia brigar por um lugar no pódio na etapa de hoje, em Tarumã. “Em poucas voltas, iria mudar a estratégia e partiria para cima dos adversários, porque conseguiria virar meio segundo mais rápido por volta. Foi uma pena, novamente tivemos problemas quando estava na ponta”, finalizou Zonta, que na próxima etapa fará sua estréia no novo circuito de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, no dia 18 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *