Stock: Pneu furado tira Ingo Hoffmann da corrida

Estratégia no pitstop faz Alemão ganhar 10 posições, porém em seguida, já na 8ª. posição, é obrigado a abandonar. Ricardo Maurício vence de ponta a ponta.

O fim de semana não foi dos melhores para Ingo Hoffmann. Após largar na 17ª. posição numa corrida marcada por confusões no pitstop para reabastecimento, o Alemão ainda conseguiu figurar em 8º lugar, até que um pneu furado o tirou da prova. A vitória ficou com o pole position Ricardo Maurício, que liderou de ponta a ponta.

“Acho que não guiei bem essa corrida, cometi um erro infantil ao tocar na traseira do carro do Khodair, mas em função da boa estratégia de boxe, o Maurício me chamou na hora certa e ganhei 10 posições. Apesar de pegar um congestionamento nos boxes, voltei para pista animado, ganhei mais duas posições, mas sentia o carro muito traseiro, inguiável. Foi quando voltei para o boxe, com a suspeita de pneu furado. Trocamos, voltei pra pista, mas não deu mais para continuar. Depois, ao vermos o pneu, acreditamos que esse furo já tinha ocorrido antes mesmo do pit, pois o carro já vinha traseiro a algum tempo. Foi um micro furo e a calibragem foi baixando devagar… Uma pena sair daqui sem nenhum ponto”, lamentou Ingo.

Ingo que classificara em 18º. ganhou um posição no grid em função da desclassificação de Valdeno Brito. Assim que a janela de reabastecimento abriu, logo em seguida entrou o safety car em função de um acidente envolvendo os pilotos Átila Abreu, Betinho Gresse e Valdeno Brito, na volta 21 de um total de 45. A equipe agiu rápido e chamou Ingo para boxe e todos os pilotos que fizeram o mesmo se deram bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *