Stock: Pneus tira vitória de Ingo Hoffmann em Tarumã

Vindo da 3ª. posição, Alemão assume a ponta na 12ª. volta, mas desgaste excessivo de pneus no final, coloca piloto em 9º. Lugar.


A vitória parecia certa para Ingo Hoffmann (AMG/Filipaper) na 9ª. etapa do Brasileiro de Stock Car, disputada hoje, em Tarumã (RS). Porém, a 10 voltas do final o Alemão mais uma vez foi surpreendido. Dessa vez, o desgaste excessivo dos pneus prejudicou o piloto, que foi perdendo posições até terminar em 9º. lugar a prova, que marcou o início do Playoff. A vitória ficou com Giuliano Losacco, que subiu à liderança da classificação, empatado com Cacá Bueno, 5º.na prova.

Vindo da 3ª. posição no grid, Ingo assumiu a segunda posição na 2ª. largada, após ultrapassar Felipe Maluhy. Com um carro muito rápido, logo chegou no líder Losacco até ultrapassá-lo na 12ª de 43 voltas. Seguiu isolado na ponta, até que a 10 voltas do final, começou perder rendimento e posições sucessivamente, até completar em 9º.

“O que vou dizer ? É muito frustrante. Não quero ter a imagem do reclamão, mas a verdade é que existe uma polêmica envolvendo o assunto pneus. Logo após a corrida, fizemos um rápido levantamento e cerca de 29 carros, ou seja, mais de 70% do grid tiveram problemas com pneus. Alguns críticos como o meu, e outros não tão críticos”, contou Ingo. “Seguimos rigorosamente a orientação dos técnicos quanto a cambagem, visando a durabilidade. Mas não adiantou… Mais no final da corrida, tive muito medo que um pneu estourasse e provocasse uma batida forte, pois Tarumã é uma pista de alta velocidade. Tá difícil”, lamentou Ingo.

Em 4 das 9 corridas disputadas, Ingo não pontuou em função de incidentes que fugiram ao controle da equipe. Em Tarumã teve início o playoff, fase da competição onde apenas 10 pilotos brigam diretamente pelo título da temporada nas 4 etapas finais. Ingo, o maior vencedor da categoria com 12 títulos, está fora dessa disputa. A próxima etapa está marcada para 29/10 em Buenos Aires, outra pista de altíssima velocidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *