Stock: Ricardo Maurício rebate críticas de Cacá

A língua dos pilotos da Stock Car V8 – que em algumas etapas do ano passado pegaram pesado nas críticas aos companheiros de categoria – andava pouco afiada até o fim da corrida do último domingo, em Buenos Aires. Terminada a segunda rodada dos playoffs, no entanto, os disparos recomeçaram e acertaram até mesmo pilotos que sempre foram reconhecidos por sua lealdade dentro da pista.

Um dos que mais se sentiram injustiçados pelas críticas de alguns adversários foi o paulista Ricardo Maurício (Katalogo Racing), que foi acusado por Cacá Bueno (Eurofarma-RC) de não ter respeito pelos companheiros e profissão. Ricardo rebateu, indignado, as afirmações do carioca, e disse que ainda espera um pedido de desculpas do líder do campeonato.


“O Cacá só reclama dos outros, mas nunca reconhece os próprios erros”, disse Ricardo. “No ano passado ele tirou um monte de gente da pista, inclusive eu mesmo na etapa de Buenos Aires. Nessa prova, ele fez um monte de besteiras, mas jogou a culpa por ter abandonado no Christian Fittipaldi. No último domingo, o Cacá disse que estraguei a corrida dele e do Chico Serra, mas fui falar com o Chico e ele próprio me contou que teve que diminuir o ritmo no final porque não tinha visibilidade alguma”, completou Maurício.


Ricardo, que abandonou a etapa quando era o sexto colocado, admitiu ter tocado na traseira de Allam Khodair na disputa por posições, e se dirigiu ao box do paulista após a prova para se desculpar e reconhecer o erro. Ele passou, também, pela equipe de Cacá e conversou com o engenheiro do piloto sobre a corrida de Buenos Aires.


“Eu vi o estado dos pneus dianteiros dele e o pessoal da equipe me disse que ele perdeu aderência na frente porque os pneus acabaram. Essa foi a causa da queda de rendimento dele e não algo que eu supostamente tenha feito com ele”, acrescentou Maurício. “O campeonato vai se aproximando do fim e alguns piloto se desestabilizam, começam a criticar todo mundo. Mas o Cacá não deveria falar do que não sabe, já que ele me envolveu injustamente em problemas com o Chico Serra. É só perguntar ao Chico para ver o que ele tem a dizer sobre o assunto”, completou.


Ricardo Maurício espera que os ânimos se acalmem na próxima etapa do campeonato, que será decisiva na briga pelo título entre os dez classificados para os playoffs. “Vou para a próxima corrida focado em marcar pontos e em melhorar minha posição no campeonato. Esse, aliás, deveria ser o único objetivo de todos os finalistas”, encerrou o piloto, que está no grupo de pilotos que brigam pelo título.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *