Stock: Ricardo Spertafico sai de Curitiba no prejuízo

O piloto paranaense da equipe Panasonic Racing marcou o primeiro ponto da temporada ao conquistar o terceiro lugar no grid de largada.

Em função de um toque com o amazonense Antônio Pizzonia, seu ex-companheiro de equipe quando competiam pela Williams/Petrobras na Fórmula 3.000 Internacional, o paranaense Ricardo Sperafico, da equipe Panasonic Racing, saiu no prejuízo de Curitiba, onde hoje (domingo), foi disputada a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car.

Ricardo largou na terceira colocação, mas ainda na primeira volta, recebeu um toque de Pizzonia no miolo. Por conseqüência do toque, quatro voltas depois, quebrou a barra de direção do carro da Panasonic Racing, forçando o abandono da prova. Sperafico comentou que Pizzonia forçou a ultrapassagem e bateu em seu carro. No lance, ainda cortou caminho, mas não sofreu punição e continuou na prova. “Infelizmente levamos a pior e saímos no prejuízo. Agora temos que correr atrás dos pontos que deixamos de marcar nas duas primeiras etapas. Em Brasília, precisaremos estar nas primeiras colocações para pensarmos na classificação aos play-offs decisivos”, salienta Ricardo Sperafico.

O paraibano Valdeno Brito, que largou na pole position, venceu a prova de Curitiba, completando as 32 voltas em 47m29s707, andando à média horária de 149,37 Km/h. A vitória levou Valdeno à liderança do campeonato, com 33 pontos, um a mais do que o paulista Paulo Salustiano, vencedor da abertura da temporada, em Interlagos.

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car está marcada para o dia 3 de maio, em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *