Stock: Rodrigo Sperafico faz a pole position para a etapa de Santa Cruz do Sul

Em uma sessão marcada por várias interrupções (cinco bandeiras vermelhas) e muitas derrapagens, o paranaense Rodrigo Sperafico, da Biosintética Stock Car, com Volkswagen, garantiu a pole position da sexta etapa da Copa Nextel Stock Car. No início desta tarde, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, o piloto confirmou na Super Classificação o bom desempenho no treino classificatório, marcando o tempo de 1min25seg852, média de 148.022 km/h, conquistando a segunda pole de temporada (a primeira foi em Curitiba, na 2ª etapa). Ao seu lado na primeira fila do grid estará o líder Thiago Camilo, da Texaco Vogel, com Chevrolet, que completou a volta no circuito de 3.530 metros, em 1min25seg943, que continua mantendo a regularidade em sua caminhada rumo à classificação para o Playoff. Na terceira colocação estará mais um vencedor deste ano: Tarso Marques, da Terra Racing, com Mitsubishi, 1min26seg324. A sexta etapa largará às 13 horas, com transmissão ao vivo pelo canal SporTV.

 


Rodrigo Sperafico acertou a mão em Santa Cruz do Sul. Quinto colocado na classificação geral, o paranaense esteve sempre entre os dez melhores dos treinos livres de sexta-feira (foi o sétimo no acumulado). Neste sábado, ele conseguiu melhorar ainda mais, fazendo o melhor tempo no classificatório e também na Super Classificação. Como não poderia deixar de ser, ele comemorou muito o feito.


“Trata-se de uma pista com a qual me identifico muito. Por isso consigo andar bem aqui. Além disso, a carro está muito equilibrado e foi fundamental para conseguir essa pole”, explicou. Rodrigo ainda destacou o desempenho positivo do carro na chuva e com pista seca. “Estávamos andando bem na chuva de sexta-feira e precisa confirmar isso também com tempo seco. Felizmente, deu tudo certo”, completou. Com relação à corrida, ele disse que sair na ponta ajuda muito em Santa Cruz do Sul. “Sempre é importante sair na frente. Mas neste circuito, com chuva, é primordial”, encerrou.


O líder Thiago Camilo também não tem do que reclamar. Depois de uma sexta-feira “anormal”, na qual terminou o dia em nono, ele se recuperou no sábado. Foi segundo no classificatório e repetiu o resultado no Super. “Não tenho do que reclamar no carro, que está muito bem acertado. Estou feliz com a segunda posição no grid, pois fiquei à frente dos meus principais adversários (Ricardo Maurício em sexto e Cacá Bueno em sétimo)”, explicou. Ele também destacou que deverá ter bastante trabalho na largada. “Estarei largando na parte suja da pista e deverei ser pressionado pelo Tarso, que estará logo atrás. Mas vamos ver o que acontecerá”, finalizou.


Os destaques do dia ficaram por conta de Allan Khodair, da Boettger, com Chevrolet, Fábio Carreira, da Hot Car, de Chevrolet, e Ricardo Zonta, da Nevralgex/L&M Racing, com Peugeot, que disputaram a Super Classificação, Além deles, Enrique Bernoldi, da Biosintética Stock Car, que terminou na décima colocação, e Antônio Pizzonia, da WinMotorsports, com Volkswagen, na 32ª posição e que mais uma vez garantiu um lugar no grid em sua segunda prova na categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *