Stock: Ruben Fontes quer a terceira vitória em solo gaúcho

Piloto goiano ganhou as últimas duas corridas disputadas em circuitos gaúchos.



Na livre adaptação do ditado popular, pode se dizer que de supersticioso todo piloto tem um pouco. Não é diferente com o goiano Ruben Fontes, piloto da equipe Neosoro JF Racing na Stock Car, que chega ao Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (12) com a certeza de que o lugar lhe traz boas energias. E neste caso não se trata apenas de crendice. Os resultados dão suporte ao otimismo do piloto para a nona etapa do campeonato, que será disputada no próximo domingo (15), em Tarumã (RS). Foi ele quem venceu nas últimas duas passagens da categoria pelo Estado.


 


“Minha primeira vitória na Stock Car foi exatamente em Tarumã, no ano passado, na prova mais complicada do ano, disputada sob forte chuva. E no mês passado interrompi uma fase negativa ganhando em Santa Cruz do Sul (RS). São estatísticas que me fazem acreditar que realmente tenho muita sorte no Rio Grande do Sul”, afirma Ruben Fontes, que apesar da conquista recente acabou ficando fora da disputa pelo título no chamado playoff, que terá duração de quatro corridas e início neste fim de semana. “É ruim não poder brigar para ser campeão, mas continuo firme na disputa pelas vitórias”, revela.


 


Se no ano passado Ruben Fontes precisou atravessar um dilúvio para ganhar em Tarumã, é provável que ele encontre um cenário semelhante desta vez. A previsão de chuva é de 70% para o dia da corrida. Nos treinos, não deve chover, o que não deixa de ser um alivio. Nas últimas duas edições da prova, em 2004 e 2005, as sessões livres de sexta-feira acabaram canceladas em razão da pista molhada. “O asfalto não é o ideal para correr com chuva. É por isso que toda prova com pista molhada vira uma confusão em Tarumã”, explica Ruben Fontes.


 


Uma confusão que ele soube administrar no ano passado, quando largou na pole e garantiu a vitória mesmo em condições muito ruins. “Claro que a competência do piloto é decisiva em momentos como aquele, eu sou um fã de pista molhada, mas é importante deixar claro que como o asfalto é totalmente inadequado para provas sob chuva a sorte também conta muito em Tarumã. E no ano passado ela esteve do meu lado”, comenta o goiano, que gosta bastante do traçado e torce por uma corrida com pista seca, apesar do bom histórico recente em condições adversas.


 


“Nossa equipe terá melhores condições de explorar seu potencial se não chover. Por isso, prefiro pista seca. Só acho que a organização da categoria deveria estudar uma mudança no calendário para levar a prova de Tarumã para uma época com menos incidência de chuva no Rio Grande do Sul. Assim, estaríamos livres de qualquer problema”, analisa. Os treinos para a corrida da Stock Car começam nesta sexta-feira (13). A prova, com transmissão ao vivo da Rede Globo, será no domingo, com largada prevista para às 10h30.


 


O companheiro de Ruben Fontes, o paranaense Rodrigo Sperafico, não tem tanta sorte assim no Rio Grande do Sul, mas sobram motivos para ele acreditar na vitória. O piloto está na briga direta pelo campeonato, se classificou para o playoff em quarto lugar e tem boas chances de conquistar o título. “Agora é hora de atacar. O primeiro objetivo era chegar ao final com chances de brigar pela taça e o segundo só é vencer. Ainda não ganhei nenhuma corrida e não há momento melhor para realizar este sonho”, comenta o paranaense. O líder do campeonato é Cacá Bueno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *