Stock: Salustiano gostaria de maior limite de voltas nos treinos

Na sessão vespertina, o paulista ficou em 29°, mas deixou líder do campeonato e fortes concorrentes para trás.

A competitividade da Stock Car V8 foi confirmada novamente nesta sexta-feira (04/5), no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), durante os treinos livres para a segunda etapa da competição. O paulista Paulo Salustiano (Inpacom/Nicoboco/ Sawary/RedeTV), que estava desenvolvendo um ajuste totalmente novo em seu Astra, ficou com o 29° melhor tempo da tarde, porém em ótima companhia. O líder da competição Ricardo Maurício (A.Mattheis) esteve bem próximo em 31° lugar, o sul-matogrossense Hoover Orsi (Red Bull Racing), que disputou o título de 2006 até a última prova, na 32ª posição, enquanto que o paranaense David Muffato (RS Competições) terminou o dia no 43º posto. “O limite de 20 voltas por treino é muito pouco. Não chegamos a andar 150 km em um dia, e acho que deveriam ser pelo menos 100 km em cada sessão”, justificou o piloto da M4T/WAS, que também foi um dos prejudicados com as constantes paralisações dos treinos. O líder do dia foi Thiago Camilo (Vogel), com o tempo de 1:23.053.

Para o vice-campeão da Stock Car Light em 2005, a liberação para um maior número de voltas nos treinos livres não traria efeitos negativos para os competidores. “Tudo bem que, limitando o número de voltas, você evita tráfego, mas isso não adianta muito na prática, pois no final da sessão, com a pista geralmente mais emborrachada, sempre tem muita gente na pista”, afirmou Salustiano, que também comenta o novo formato de treinos com todos os 50 carros livres para testarem. “O novo formato com a primeira sessão de treinos com todos juntos não mudou muito. Tráfego você acaba pegando uma vez ou outra, e é só uma questão de ver a hora certa de abrir a sua volta”, completou o representante da Inpacom, Nicoboco, Sawary e RedeTV.

Quanto aos acertos, Salú e a equipe M4T/WAS chegaram ao Autódromo de Curitiba com tudo diferente em relação ao acerto do ano passado, e para a classificação mudarão ainda mais. “Começamos um novo trabalho em Curitiba. O setup é bem diferente e hoje fizemos muitos testes com molas, barra estabilizadora, calibragem de pneus, e outros. Encontramos muitas respostas e amanhã viremos com outro acerto completamente novo”, finalizou Paulo Salustiano.

A Rede Globo de Televisão transmitirá ao vivo a corrida da Copa Nextel Stock Car a partir das 11 horas do domingo (06/5), dentro do programa Esporte Espetacular. O treino de classificação será neste sábado (05/5), das 10h50 às 12h20.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *