Stock: Santa Cruz do Sul, o segundo round da Mobil Super Final

Etapa será no dia 24, a partir das 11h. Copa Chevrolet Montana e Mini Challenge também serão atrações

Considerado um dos circuitos preferidos pelos pilotos, o Autódromo Internacional de Santa Cruz será palco do segundo desafio da Mobil Super Final 2010. A prova, válida pela décima etapa da Copa Caixa Stock Car, será no dia 24 de outubro e promete muita emoção. Afinal, além dos dez pilotos que brigam pelo título da principal categoria do automobilismo nacional, os outros 24 também querem o topo do pódio e mostrar que também poderiam estar na Mobil Super Final. A programação do final de semana no Sul ainda prevê a sétima corrida da Copa Chevrolet Montana, divisão de acesso da Stock Car, e a sexta prova do Mini Challenge.

Os ingressos para a décima etapa já estão à disposição nos canais Tickets for Fun, com opções de compra pela internet, telefone e pontos de vendo espalhados pelas principais cidades do país. Há ainda uma série de postos de venda em Santa Cruz e cidades da região. A relação completa de locais de venda, opções de ingresso e valores pode ser encontrada no site oficial, www.stockcar.com.br.

Pela quinta vez, a Stock Car desembarcará em Santa Cruz do Sul, no Vale dos Sinos e Rio Grande do Sul. Este ano, porém, a cidade gaúcha sediará uma das etapas da Mobil Super Final, o que ainda reserva mais emoção aos apaixonados fãs de toda a região, que sempre prestigiam a etapa. Por falar em paixão, o circuito de Santa Cruz do Sul encanta os pilotos da Copa Caixa Stock Car. Dos dez finalistas, cinco declararam preferir o traçado gaúcho, que possui curvas de alta, de baixa, freadas fortes e é bastante seletivo, fazendo prever uma corrida daquelas. São eles: Max Wilson, Cacá Bueno, Popó Bueno, Átila Abreu e Felipe Maluhy.

O líder Max Wilson, da Eurofarma RC (Chevrolet), não esconde sua preferência e diz por que. “Santa Cruz do Sul é um circuito especial para mim, pois foi onde conquistei minha primeira vitória na categoria. Tem um desenho interessante e técnico, sem falar do apoio da torcida”, declara o paulista, vencedor da etapa em 2009.

O tricampeão Cacá Bueno, da Red Bull Racing (Peugeot), terceiro colocado no geral, relembra as vitórias e acredita em um bom retrospecto. “Sem dúvida, Santa Cruz do Sul é uma das minhas pistas favoritas no Brasil, onde costumo me dar bem e já tive a felicidade de vencer por três vezes na Stock”, ressalta.

Na briga pelo título, Max tem 239 pontos, contra 235 de Ricardo Maurício e 232 de Cacá Bueno. A classificação completa da Mobil Super Final é a seguinte: 1) Max Wilson, 239 pontos; 2) Ricardo Maurício, 235; 3) Cacá Bueno, 232; 4) Nonô Figueiredo, 224; 5) Átila Abreu, 220; 6) Allam Khodair, 215; 7) Marcos Gomes e Popó Bueno, 210; 9) Felipe Maluhy, 208; 10) Daniel Serra, 207.

Copa Chevrolet Montana e Mini

Por falar em equilíbrio, a divisão de acesso da Stock Car também segue apertada e ainda aberta. Após seis corridas, o paranaense Diogo Pachenki, da Nascar Motorsport, é o líder com 85 pontos, seguido de muito perto pelo paulista Eduardo Leite, da Hot Car Racing, com 83. Rafael Daniel, campeão da Copa Vicar no ano passado, da Scuderia 111, aparece na terceira colocação, com 73 pontos. Como na divisão principal, a Copa Chevrolet Montana também terá descartes no final da temporada, no casos dos dois piores resultados entre as nove corridas.

O Mini Challenge, por sua vez, vem embalado pela grande etapa realizada em Londrina. A mais nova integrante da Família Stock Car fez bonito na circuito paranaense, com disputas de tirar o fôlego. Na briga pelo título da temporada de estreia, a vantagem é de Alexandre Conil, que soma 146 pontos, seguido por José Mário Castilho, com 140, Fábio Viscardi, com 129, Guto Negrão, com 128, Patrick Gonçalves, com 113.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *