Stock: Sétimo em Interlagos, Maluhy diz que andou no limite

Piloto da Terra Racing ganhou cinco posições na largada. O companheiro Tarso Marques abandonou com um pneu furado.

O paulista Felipe Maluhy, da equipe Terra Racing, cumpriu seu objetivo neste domingo (dia 17) na 4ª etapa da Copa Nextel Stock Car, em Interlagos (SP). Depois de um erro estratégico que o impediu de lutar por uma melhor posição no grid de largada, o piloto partiu da 13ª posição e cruzou a linha de chegada em sétimo, somando pontos importantes para o campeonato.

Maluhy fez uma largada perfeita e arrojada, ultrapassando cinco carros. Ainda na primeira volta ganhou mais uma posição. O piloto chegou a andar em sexto, mas acabou perdendo a colocação. O companheiro Tarso Marques, vencedor da etapa de Campo Grande, partiu do quinto lugar no grid, mas com problemas no motor, perdeu várias posições. A falha persistiu e um furo no pneu acabou tirando o paranaense da corrida.

A vitória ficou com o pole position Antônio Jorge Neto, da equipe Euroforma RC, e pela quarta vez em quatro corridas a Stock tem um vencedor diferente em 2007. Ele completou as 27 voltas em 47min13s693. Completando a dobradinha do time, o atual campeão Cacá Bueno ficou em segundo. Marcos Gomes, da Medley, foi o terceiro.

“Andei no limite o tempo todo. Quando estava em sexto, tentei segurar o (Ricardo) Maurício, mas ele estava mais rápido naquele momento e não deu. Mas estou super satisfeito, principalmente após a frustração na classificação”, comentou Maluhy, que ocupa a oitava posição no campeonato, com 34 pontos.

Thiago Camilo, quinto colocado na prova, segue na liderança, agora com 52 pontos. A briga entre os 10 primeiros está bastante equilibrada. “Por isso é importante marcar pontos. Ter conseguido esse resultado tira um pouco do peso das minhas costas para a próxima etapa, principalmente, porque eu não havia pontuado em Campo Grande”, lembrou o paulista, de 29 anos.

Já o companheiro Tarso Marques ficou frustrado com o rendimento do seu motor na reta. “Desde a 1ª volta, o carro não andava nada. Ele só vai bem em pistas que não têm muitas retas, como Campo Grande. Estava tão ruim, que mesmo usando o nitro eu não conseguia defender minha posição. Tentei trazer o carro até o final, mas infelizmente um pneu furou”, contou o paranaense, que ainda está entre os 10 melhores na temporada, com 25 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *