Stock: Tarso Marques será companheiro de Fittipaldi e Maluhy na Terra Avallone

A equipe Terra Avallone inicia a temporada 2006 da Stock Car V8 com uma grande novidade. O time do engenheiro José Avallone Neto vai ganhar o reforço de mais um experiente piloto do automobilismo nacional: o paranaense Tarso Marques, que fará sua estréia na categoria.


Tarso, na verdade, recebeu o convite para substituir Christian Fittipaldi em três etapas do campeonato, que coincidirão com o calendário da Grand-Am, categoria de protótipos dos Estados Unidos, onde Fittipaldi compete pela equipe Cheever. Tarso já assume a vaga do piloto na primeira etapa da temporada, no dia 9 de abril, em Interlagos (SP).

O paulista Felipe Maluhy, que em 2005 conquistou o primeiro pódio para a equipe no Rio de Janeiro (com um terceiro lugar), continua como titular do time e disputará a temporada completa.

“Decidimos fazer do problema uma solução. É ruim perder o Christian, mas ao mesmo tempo vamos poder conhecer o trabalho do Tarso de perto e ficamos muito felizes por ele ter aceitado o nosso convite. É um piloto com bastante experiência e que irá nos ajudar muito nessas três corridas”, declarou Avallone, lembrando que o contrato para as três etapas deste ano, já prevê a opção para o piloto correr na equipe em 2007.

Tarso já realizou um teste na Stock Car, no final de 2005, em Interlagos, e foi o segundo mais rápido. Ele andou em um dos carros da equipe de seu pai, Paulo de Tarso, dono da Action Power, para matar a curiosidade e não tinha a intenção de virar rápido.

“O teste foi meio no improviso, pois decidi andar bem em cima da hora. Mesmo assim, o resultado foi excelente”, comentou Tarso, que já passou por importantes categorias do automobilismo, como Fórmula 1 e Fórmula Mundial.

“Ainda continuo negociando meu futuro em outras categorias internacionais, mas nesse meio tempo ter a oportunidade de disputar essas corridas vai ser muito interessante. Acho que vou me divertir bastante e depois devolvo o carro ao meu amigo Christian”.

O piloto também viverá a situação inusitada de ter o pai e o irmão, Thiago Marques, como rivais. “Na realidade, estarei correndo contra os outros 39 pilotos, então o fato de meu irmão e meu pai estarem nesta lista não muda muito. Sou profissional, então terei que fazer o meu melhor. Não importa quem sejam os adversários”, completou Tarso.

Christian “aprovou” seu substituto na equipe. Os dois têm pontos em comum em seus currículos: passaram pela Fórmula 3 Brasileira e Sul-americana, Fórmula 3000, Fórmula Mundial e ainda foram pilotos da Minardi na Fórmula 1. Além disso, são filhos de ex-pilotos, prova de que a paixão pelo automobilismo está no sangue das suas famílias.

“O Tarso corre há vários anos e sabe exatamente o que precisa fazer para se adaptar ao carro. Mas posso dar alguns conselhos para acelerar o processo de entrosamento entre ele e a equipe. Tenho certeza de que ele fará um ótimo trabalho com o meu carro”, acredita Fittipaldi.

“Infelizmente, vou perder essas etapas da Stock, mas estou muito ansioso para o campeonato deste ano e acredito que vamos começar a colher os frutos do nosso trabalho de 2005”, afirmou.

O campeonato deste ano marca a terceira temporada da equipe Terra Avallone na categoria. Pelo segundo ano, o time terá Fittipaldi e Maluhy e o Mitsubishi Lancer, o que para Avallone poder ser uma vantagem.

“Continuidade ajuda muito no operacional e eu creio ser uma vantagem. Conhecer os pilotos e entendê-los não se trata de uma tarefa fácil. Com a continuidade você elimina determinadas dificuldades que existem quando você inicia a temporada com novos pilotos. Hoje já temos bem definido o que cada piloto necessita para ser rápido. Conhecemos as características de cada um”, comentou o chefe da equipe.

“Estar com o Lancer novamente e ter o suporte da Mitsubishi também será fundamental para o nosso crescimento em 2006”, finalizou.

Maluhy concorda com Avallone. “Estamos muito confiantes para 2006. No ano passado, aprendemos muito com os nossos erros. Estivemos sempre competitivos, mas nem sempre conseguimos transformar nossa performance em resultado. O fato de estarmos juntos pelo segundo ano vai nos dar mais tranqüilidade e fará com que a gente economize tempo. Já temos uma linguagem e um entrosamento muito bons”.

Nos dias 4 e 5 de abril, os pilotos da Stock Car estarão na pista pela primeira vez em 2006 para os treinos coletivos para a etapa de abertura em São Paulo. Serão 12 etapas em cinco estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul), além do Distrito Federal e uma prova em Buenos Aires, na Argentina. Fittipaldi, Maluhy e Tarso vão andar pela equipe Terra Avallone nos treinos coletivos em Interlagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *