Stock: Thiago Camilo e Giuliano Losacco, paulistanos, conquistaram suas primeiras vitórias em Interlagos

Giuliano Losacco e Thiago Camilo, os pilotos Texaco, são paulistanos e conquistaram suas primeiras vitórias na principal categoria do Brasil em Interlagos, que consideram “o quintal de casa”. Losacco venceu logo em sua primeira temporada na Stock Car, em 2003, pela equipe RC, e Camilo em 2004, em seu segundo ano de Stock e primeiro na Vogel, estabelecendo um recorde que perdura até hoje: foi o piloto mais jovem a vencer uma corrida da Stock, dois meses depois de completar 20 anos. Os outros paulistanos que conquistaram em casa suas primeiras vitórias na Stock Car são Nono Figueiredo (2001) e Ricardo Mauríco (2007).

“Interlagos é a minha casa, a pista onde tenho mais quilometragem, mesmo tempo é uma pista que todos conhecem, todos têm bons acertos, a Stock anda três vezes por ano aqui, fora os treinos extras, e se torna ainda mais desafiante vencer aqui”, diz Losacco.

“Vencer na frente da família e dos amigos é sempre especial, e Interlagos é uma pista que eu gosto muito. Espero que aquela primeira vitória aqui não tenha sido a última, e que neste domingo eu conquiste a segunda”, completa Camilo.

Curiosamente, nenhum dos dois conquistou suas primeiras vitórias em Interlagos por equipes de São Paulo. A RC é de Curitiba (PR) e a Vogel de Petrópolis (RJ).

Desempenho dos pilotos Texaco nos treinos livres de sexta-feira:

Thiago Camilo, Chevrolet Astra # 21 da Texaco Vogel
Melhor tempo: 1min41s288 no 2º Treino Livre – 14º no combinado do dia
“O carro está muito equilibrado. Nos momentos em que estive na pista, andei sempre entre os primeiros, em diversas condições. Tenho certeza que se tudo funcionar como vem funcionando poderei brigar pela pole position”, disse Camilo, que não botou pneus novos para fazer uma volta rápida no fim da segunda sessão, como a maioria dos pilotos. 

Giuliano Losacco, Peugeot 307 # 9 da Texaco JF
Melhor tempo: 1min42s296 no 2º Treino Livre – 34º no combinado do dia
“Fiquei em último, e se eu falar que estou contente podem achar que estou maluco, mas o carro está bom. Experimentei muitas coisas no carro nos testes realizados no fim de março, dei 70 voltas, o equivalente a mais de duas corridas inteiras aqui em Interlagos, e já cheguei para esse fim-de-semana com uma certa defasagem de pneus. Amanhã os tempos contam para valer e tenho certeza que poderei disputar uma boa posição no grid”, disse o bicampeão da Stock (2004/2005).

Foto: Carsten Horst

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *