Stock: Thiago Camilo vence outra vez em Londrina

Segundo lugar garante o bicampeão Losacco no Playoff. Próxima etapa será em Curitiba, no dia 21.

Deu Thiago Camilo de novo em Londrina. O piloto da equipe Vogel Texaco (Chevrolet) confirmou a pole position e venceu, pelo segundo ano seguido, no Autódromo Internacional Ayrton Senna. Na manhã deste sábado, ele completou as 33 voltas com o tempo de 48min06seg973, média horária de 129,46 km/h, consolidando o terceiro lugar no Playoff. O segundo lugar ficou com o bicampeão Giuliano Losacco, da JF Racing (Peugeot), que conseguiu garantir presença no grupo que disputará o título deste ano, na oitava posição, enquanto Allan Khodair, da Boettger Competições (Chevrolet) completou o pódio da prova em Londrina.


A próxima etapa da Copa Nextel Stock Car será no dia 21, no Autódromo Internacional de Curitiba. Os dez classificados para o Playoff após a oitava etapa e que seguirão lutando pelo título nas quatro corridas restantes são os seguintes: 1º) Marcos Gomes (SP), 225 pontos; 2º) Ricardo Maurício (SP), 220; 3º) Thiago Camilo (SP), 216; 4º) Cacá Bueno (RJ), 214; 5º) Valdeno Brito (PB), 212; 6º) Allam Khodair (SP), 210; 7º) Átila Abreu (SP), 209; 8º) Giuliano Losacco (SP), 208; 9º) Alceu Feldmann (PR), 207; e 10º) Luciano Burti (SP), 206.


Na quinta-feira (18) haverá o julgamento do recurso da segunda etapa, em Brasília, quando os pilotos Allam Khodair, Luciano Burti e Antônio Jorge Neto foram penalizados. Se a decisão for favorável aos pilotos, a classificação não será alterada já que estes pontos estão computados por decisão judicial. Caso contrário, Popó Bueno ficará com a décima colocação no Playoff, no lugar de Burti.


A Copa Nextel Stock Car agitou Londrina mais uma vez. Mesmo com a chuva e a temperatura baixa no início da manhã, os londrinenses e moradores da região não deixaram de prestigiar a principal categoria do automobilismo nacional, que teve público de 22 mil pessoas. E toda essa gente pôde ver o desempenho perfeito de Thiago Camilo, que venceu de ponta a ponta mais uma vez.


“Conseguimos essa vitória na classificação, pois largar em primeiro aqui em Londrina é fundamental. Eu só precisei manter a concentração para conseguir vencer pelo segundo ano consecutivo. Tive um carro fantástico no final de semana e só tenho a agradecer a toda minha equipe pelo excelente trabalho. Agora é seguir neste ritmo no Playoff”, declarou Thiago. “Vamos trabalhar duro para conseguir repetir a dose nas quatro provas restantes”, finalizou.


O bicampeão Losacco, com era esperado, estava feliz por voltar a andar na frente. “Foi o segundo lugar mais importante da minha carreira”, desabafou. “Ter largado na frente foi importante para manter a posição e entrar no Playoff. Sei que não vai ser fácil, mas brigaremos pelo terceiro título com toda nossa força”, explicou Losacco, campeão da Stock Car em 2004 e 2005.


Khodair, por sua vez, ressaltou a dificuldade em Londrina. “Acho que foi a mais dura da minha vida. Larguei la trás e como o Popó estava devagar, tive de forçar para ultrapassar. Isso, porém, só aconteceu no pit stop, sem falar que tive de segurar o Ricardo Maurício”, explicou. “Mas agora o que importa é pensar no Playoff e tentar o título”, encerrou.



Classificação da 8ª etapa da Copa Nextel Stock Car:


1º) Thiago Camilo (Chevrolet, SP), 33 voltas em 48:05.973 (média de 129.46 km/h)
2º) Giuliano Losacco (Peugeot, SP), a 1.650
3º) Allam Khodair (Chevrolet, SP), a 3.209
4º) Ricardo Mauricio (Peugeot, SP), a 3.488
5º) Ingo Hoffmann (Mitsubishi, SP), a 3.947
6º) Marcos Gomes (Chevrolet, SP), a 4.448
7º) Popó Bueno (Chevrolet, RJ), a 11.271
8º) Cacá Bueno (Mitsubishi, RJ), a 11.444
9º) Atila Abreu (Peugeot, SP), a 11.941
10º) Thiago Marques (Peugeot, PR), a 12.671
11º) David Muffato (Peugeot, PR), a 13.036
12º) Lico Kaesemodel (Mitsubishi, PR), a 13.253
13º) Nonô Figueiredo (Mitsubishi, SP), a 13.470
14º) Duda Pamplona (Mitsubishi, RJ), a 13.959
15º) Rodrigo Sperafico (Mitsubishi, PR), a 15.151
16º) Valdeno Brito (Chevrolet, PB), a 15.452
17º) Ruben Fontes (Mitsubishi, GO), a 17.482
18º) Juliano Moro (Chevrolet, RS), a 21.587
19º) William Starostik (Peugeot, SP), a 22.447
20º) Antonio Jorge Neto (Mitsubishi, SP), a 23.197
21º) Ricardo Sperafico (Peugeot, PR), a 24.166
22º) Ricardo Zonta (Peugeot, PR), a 25.164
23º) Norberto Gresse (Peugeot, SP), a 25.811
24º) Hoover Orsi (Chevrolet, MS), a 39.255
25º) Pedro Gomes (Peugeot, SP), a 46.199
26º) Alceu Feldmann (Chevrolet, PR), a 50.396
27º) Felipe Maluhy (Mitsubishi, SP), a 52.248
28º) Daniel Serra (Chevrolet, SP), a 4 voltas
29º) Luciano Burti (Peugeot, SP), a 4 voltas
30º) Guto Negrão (Chevrolet, SP), a 6 voltas
31º) Tarso Marques (Peugeot, PR), a 10 voltas
32º) Andre Bragantini (Peugeot, SP), a 13 voltas
33º) Antonio Pizzonia (Peugeot, AM), a 23 voltas
34º) Carlos Alves (Mitsubishi, SP), a 25 voltas


Melhor Volta: Thiago Camilo, 1:20.382


Assim terminou a fase de classificação:


1º) Marcos Gomes (CA, SP), 136 pontos;
2º) Ricardo Mauricio (P3, SP), 127 pontos;
3º) Thiago Camilo (CA, SP), 110 pontos;
4º) Cacá Bueno (ML, RJ), 84 pontos;
5º) Valdeno Brito (CA, PB), 61 pontos;
6º) Allam Khodair (CA, SP), 60 pontos;
7º) Átila Abreu (P3, SP), 57 pontos;
8º) Giuliano Losacco (P3, SP), 50 pontos;
9º) Alceu Feldmann (CA, PR), 46 pontos;
10º) Luciano Burti (P3, SP), 45 pontos;


11º) Antonio Jorge Neto (ML, SP), 43 pontos;
12º) Popó Bueno (CA, RJ), 38 pontos;
13º) Rodrigo Sperafico (ML, PR), 29 pontos;
14º) Ingo Hoffmann (ML, SP), 28 pontos
15º) Duda Pamplona (ML, RJ), 23 pontos;
15º) David Muffato (P3, PR), 23 pontos;
17º) Julio Campos (P3, PR), 22 pontos.
18º) Nonô Figueiredo (ML, SP), 22 pontos;
19º) Pedro Gomes (P3, SP), 20 pontos;
20º) Hoover Orsi (CA, MS), 19 pontos;
20º) Felipe Maluhy (ML, SP), 19 pontos;
22º) Daniel Serra (CA, SP), 17 pontos;
23º) Thiago Marques (P3, PR), 14 pontos;
24º) Juliano Moro (CA, RS), 9 ponto;
24º) André Bragantini (P3, SP) 9 pontos;
26º) Tarso Marques (P3, PR), 6 pontos;
27º) Lico Kaesemodel (ML, PR), 5 pontos;
28º) Carlos Alves (ML, SP),4 pontos;
29º) Antonio Pizzonia (P3, AM), 3 pontos;
29º) William Starostik (P3, SP), 3 pontos;
31º) Ricardo Zonta (P3, PR), 2 pontos;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *