Stock: Valdeno abandona sem experimentar as novidades

A expectativa de uma boa estréia na Equipe Medley durou pouco para Valdeno Brito. Na sexta volta da prova de abertura da Stock Car, neste domingo em Interlagos, o paraibano ocupava a 12ª posição, portanto já na zona de pontos, quando se viu envolvido no acidente no Esse do Senna que provocou também o abandono de Nonô Figueiredo e Daniel Serra. Espremido por dois carros, Valdeno estacionou na área de escape da Curva 2.

“A corrida estava apenas no começo e eu procurava exatamente evitar um acidente, mas foi isso o que acabou acontecendo. Infelizmente, não pude fazer nada”, lamentou Valdeno, que transferiu para Brasília, no dia 4 de maio, o sonho do primeiro pódio em sua nova casa. O otimismo se justifica: afinal, foi no Distrito Federal que o “Expresso da Paraíba” conquistou sua primeira pole na Stock Car em 2007. “Fui muito bem nos treinos em Brasília. Pena que a junta homocinética tenha quebrado na corrida”, lembrou.

Apesar da má sorte em São Paulo, Valdeno fez um balanço positivo de seu primeiro fim de semana como piloto da Medley. Passou pela primeira tomada classificatória e ficou em 14º na segunda, aquela que levou os seis mais rápidos para a disputa da pole na superclassificação. “Ainda não estou à vontade com o carro, mas sei que a equipe está fazendo o máximo para me dar um acerto mais próximo do meu gosto. Tenho certeza que a evolução virá já na próxima etapa e que estarei nos playoffs nas últimas quatro corridas, como na temporada passada”, garantiu.

Valdeno permaneceu no circuito paulistano menos de 15 minutos, tempo insuficiente para avaliar duas das principais novidades da Stock Car em 2008: o reabastecimento e o aumento no tempo de uso e na carga do nitro. Mesmo assim, já tem uma avaliação parcial das mudanças. “Mesmo sem ter passado para a última fase do qualifying, achei o formato bastante interessante. O resultado da corrida mostrou que o reabastecimento pode ser bem usado para se ganhar posições. O nitro, infelizmente, só vou experimentar em Brasília”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *