Super Fórmula 2.0: Nathan Silva vence a primeira etapa da categoria

Paulista vence de ponta a ponta a etapa de estréia da Super Fórmula 2.0.

O paulista Nathan Silva foi absoluto na estréia da Super Fórmula 2.0, liderou a prova de ponta a ponta e tornou-se o primeiro vencedor da categoria que estreou neste domingo (08/03), no autódromo Municipal José Carlos Pace (Interlagos), em São Paulo.

A vitória foi bastante festejada pela equipe, no parque fechado. “Havia óleo na pista e cheguei dar uma escorregada, mas consegui controlar e estou muito feliz”, afirmou Nathan. O também paulista Victor Guerin, segundo colocado em sua brilhante estréia, não escondia o contentamento com o rendimento do carro e sua atuação. “Estava muito ansioso antes da largada, mas foi tudo ótimo, estou bastante satisfeito”, revela o piloto.

Nas primeiras voltas, as atenções se voltaram para o duelo entre Nathan e Victor, que travavam um intenso duelo pela liderança. Mais experiente, Nathan soube poupar melhor os pneus de seu Super Fórmula 2.0, o que lhe deu vantagem sobre o estreante Guerin, vencendo a prova com mais de onze segundos de vantagem. Victor, em contrapartida, momento algum sofreu ameaça à sua posição, mantendo uma margem confortável para Jorge Roselli, o terceiro colocado. Juninho Fragnani e Nuno Lázaro disputavam, palmo a palmo, a quarta colocação. No Dia Internacional da Mulher, a curitibana Sara Sanchez, que fechava o grid, sequer completou a primeira volta por problemas no câmbio de seu fórmula.

 Na última volta, Nuno Lázaro conquistou a terceira colocação. “Poderia ter sido melhor mas para primeira prova está bom”, conta. Juninho Fragnani e Jorge Roselli penaram com problemas no acerto do carro. Fragnani Jr. esclareceu que o carro saía muito de traseira, já Roselli estava com dificuldades para controlar a frente do monoposto.

No próximo dia 05 de abril, no Autódromo José Carlos Pace (Interlagos), acontece a 2ª etapa do campeonato paulista de Super Fórmula 2.0.

 

Confira o resultado da etapa inaugural da Super Fórmula 2.0:

 1º) Nathan Silva (GForce Engenering), em 1h39s169;

2º) Victor Guerin (Dragão Motorsport), a 11s724;

3º) Nuno Lázaro (LRT), a 30s927;

4º) Juninho Fragnani,  a 1m06s685;

5º) Jorge Roselli, a 3 voltas;

6º) Sara Sanchez, a 17 voltas

Melhor volta: Nathan Silva, a 1m39s169, média de 154km/h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *