WTCC: Muller vence primeira e SEAT dá olé em Curitiba

Não houve surpresa. Os SEAT TDI dominaram com facilidade a abertura do WTCC – Campeonato Mundial de Carros de Turismo da FIA.

Na primeira corrida da rodada dupla deste domingo no Autódromo Internacional de Curitiba – Pinhais, o francês Yvan Muller, atual campeão e novo recordista da pole no circuito, liderou de ponta a ponta e conquistou sua sétima vitória na categoria, escoltado pelos companheiros Jordi Gene (Espanha), Rickard Rydell (Suécia) e Gabriele Tarquini (Itália). O brasileiro Augusto Farfus terminou em 6º, foi o melhor representante da BMW e partirá em 3º pelo sistema de grid invertido dos oito primeiros da corrida inicial adotado pelo WTCC.

“Comecei como no ano passado. Espero que termine da mesma forma”, comemorou Muller, de 39 anos, que repetiu a vitória de 2008 na capital paranaense. A rigor, ele não enfrentou maiores dificuldades para se manter à frente durante as 16 voltas. “Fiz uma corrida perfeita, a não ser por um único erro que quase me tirou da pista”, admitiu. Nem mesmo a entrada do safety car por três voltas, na esteira de um acidente sem maiores conseqüências protagonizado pelo italiano Stefano D’Aste, roubou sua tranqüilidade. “O safety car estava lento demais e, por isso, a pressão dos meus pneus caiu. De resto, foi só tomar cuidado com algum toque no final da reta, mas eu havia combinado com o Gené que ele só passaria se estivesse com o carro um pouco à frente”, completou.

Gené admitiu que a tarefa de bater o campeão de 2008 até agora tem se revelado superior à força dos demais integrantes da SEAT. “Muller está mais rápido durante todo o fim de semana, principalmente nas largadas”, reconheceu. Rydell, quinto colocado no grid, conquistou um excelente resultado. E ainda se deu ao direito de cutucar os colegas. “Domingo sempre dá mais pontos que o sábado”, brincou, relativizando a importância dos treinos classificatórios.

Único brasileiro no WTCC, Farfus partiu em 8º e, com uma boa largada em que foi também beneficiado por um choque entre Jörg Müller (BMW) e Alain Menu (Chevrolet Cruze) na primeira curva, chegou a andar em 5º no começo da prova. Na saída do safety car, no entanto, perdeu terreno e acabou superado por Tiago Monteiro (SEAT) e Nicola Larini (Chevrolet Cruze). Nos últimos instantes, graças a um erro de Monteiro, o astro local ainda conseguiu ganhar uma posição e fechar em 6º.

Antes da largada, os organizadores informaram que 43 toneladas de gêneros alimentícios foram arrecadadas em troca de ingressos. Com as arquibancadas recebendo grande público, o complemento da rodada dupla está programado para as 16h05. A pole será de Monteiro, que pode estar a caminho da terceira vitória com o modelo turbodiesel espanhol desde que estreou na série em 2007.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *