Super GT: Depois de vitória, João Paulo otimista com a chegada da metade da temporada japonesa

O brasileiro João Paulo de Oliveira (Nissan Z) vai disputar neste domingo (29/7) os 300 km de Sugo, quinta etapa do Campeonato Japonês de Super GT. Ele vem de uma vitória na prova passada, realizada na Malásia. “A previsão para o fim de semana é boa, tenho expectativa de fazer outra boa prova”, acredita o paulista, que completou 26 anos de idade na semana passada.

Ao lado do japonês Seiji Ara, João Paulo ocupa a oitava posição no principal certame de carros de turismo da Ásia, com 20 pontos. A liderança do certame é dividida pela dupla formada pelo nipônico Daisuke Ito e o irlandês Ralph Firman, ex-piloto de Fórmula 1, com o alemão Dominik Schwager e o japonês Shinya Hosokawa, ambas usando Honda NSX e empatadas em 37 pontos.

A temporada de nove provas de Super GT entra exatamente em sua metade com a disputa no Sportland Sugo, um circuito de 3.704 metros, com 11 curvas e apenas uma reta de 704 metros, e caracterizado por ser estreito, com apenas 10 metros de largura. “A pista é bem travada e apertada. Isso trará bastante dificuldade no decorrer da corrida para ultrapassar os carros da GT300”, explica João Paulo, lembrando que nesta corrida estão inscritos 43 carros, sendo 27 da classe de “apenas” 300 hps, que são cerca de sete segundos mais lentos por volta do que o Super GT500, cuja denominação sugere que eles tem 500 hps. Por causa das mazelas do traçado, será muito importante o planejamento da troca de pilotos e reabastecimento no meio da competição. “Temos que montar a estratégia correta para terminarmos com um bom resultado, pois nesta corrida estamos correndo com um peso extra de 50 quilos, em virtude da vitória na etapa anterior”.

No ano passado João Paulo foi o terceiro mais rápido nos treinos livres em Sugo, só que na classificação o seu então companheiro de equipe bateu e destruiu o carro deles. Com outro carro montado as pressas em cima da base de um modelo 2005, João Paulo largou em último e ainda pontuou, com a terceira volta mais rápida. “Isto é passado, era outro carro e outro companheiro de equipe. Estamos bem entrosados e vindo de uma bela vitória. Então, estamos confiantes em terminar bem e subir mais na tabela de classificação, pois estamos bem próximos dos líderes”, avisa o brasileiro, lembrando que 24 pontos estarão em jogo, e ele está 17 pontos atrás dos líderes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *