Superleague Fórmula: Pizzonia quer levar o Corinthians ao pódio na Itália

Brasileiro aposta no desenvolvimento do carro para ir bem em Vallelunga.

O futebol disputado a 300 km/h está de volta. Dezoito das principais equipes do futebol mundial, incluindo Corinthians, Flamengo, Milan, Porto, Atlético de Madrid e Liverpool, voltam às pistas neste fim de semana (01 e 02/11) para a disputa da quinta partida da Superleague Formula, a categoria que une a tecnologia do automobilismo e a paixão pelo esporte mais popular do mundo. As corridas válidas pela nona e décima provas da temporada acontecem no autódromo de Vallelunga, na Itália.


 


Após bater na trave nos dois tempos de 45 minutos do jogo anterior – que é como a organização denomina as etapas de cada rodada dupla – e conquistar dois quartos lugares, o brasileiro Antonio Pizzonia quer levar o carro do Corinthians pela primeira vez ao pódio na competição. “Saímos com um saldo muito positivo das corridas passadas, com um aproveitamento muito grande de pontos. A expectativa e a intenção é a de subir no pódio em Vallelunga”, afirma.


 


Para conseguir esses objetivos Pizzonia conta com a boa evolução e desempenho que o carro corintiano vem apresentando na competição. Nas últimas corridas, em Portugal, o bólido do Timão foi sempre um dos mais rápidos da pista. “Nós mudamos algumas coisas no carro e ele ficou muito bom. Acredito que também vai funcionar em Vallelunga e vamos começar lá com equipamento ainda melhor”, espera o piloto.


 


O brasileiro retorna à pista de Vallelunga após muitos anos. A última vez que ele pilotou no circuito foi em 1999, quando disputava a Fórmula Renault européia. “Fiz duas provas lá e ganhei as duas. Agora quase 10 anos depois, espero voltar e repetir esses bons resultados”, lembra o ‘Jungle Boy’ – garoto da selva -, como era conhecido na Europa no início de sua carreira.


 


Conhecendo as características do traçado italiano, o titular do Corinthians garante que uma boa posição no grid de largada vai ser muito importante neste fim de semana. “Esta é a pista mais estreita e difícil de ultrapassar de todo o calendário. Ir bem no treino de classificação vai ser fundamental para chegar na frente”, ressalta.


 


O campeonato de futebol sobre quatro rodas é liderado por uma equipe considerada zebra no esporte bretão. O carro chinês do Beijing Gouan, guiado pelo italiano Davide Rigon, ocupa o topo da tabela com 271 pontos, seguido pelo PSV Eindhoven, da Holanda, e pelo Liverpool da Inglaterra. O Corinthians, em franca ascensão, ocupa a décima colocação e o Flamengo é o 16º. “Vamos tentar pontuar o máximo possível na Itália e subir ainda mais na tabela”, completa Pizzonia.


 


Assim está a Superlegue Formula após oito etapas:


 


1) Beijing Gouan (China), 271 pontos;


2) PSV Eindhoven (Holanda), 236;


3) Liverpool (Inglaterra), 235;


4) Milan (Itália), 216;


5) Sevilha (Espanha), 199;


6) Roma (Itália), 190;


7) Anderletch (Bélgica), 189;


8) Galatasaray (Turquia), 180;


9) Tottenham Hotspur (Inglaterra), 173;


10) Corinthians (Brasil), 169;


11) Al Ain (Emirados Árabes Unidos), 167;


12) Basel (Suíça), 161;


13) Porto (Portugal), 145;


14) Borussia Dortmund (Alemanha), 143;


15) Glasgow Rangers (Escócia), 132;


16) Flamengo (Brasil), 130;


17) Olympiacos (Grécia), 110;


18) Atlético de Madrid, 93.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *