Trofeo Linea: Leonardo Nienkötter volta às pistas no Trofeo Linea

Leonardo Nienkötter correu contra astro da Ferrari na Fórmula 3000 européia.

Testemunha próxima do último título conquistado por Felipe Massa no automobilismo, o catarinense Leonardo Nienkötter está retomando uma carreira interrompida em 2002. E exatamente numa nova categoria apadrinhada pelo astro da Ferrari, contra quem correu na vitoriosa campanha de Massa no Campeonato Europeu de Fórmula 3000 em 2001. Aos 31 anos, Leonardo disputará o Trofeo Línea numa equipe própria baseada em Florianópolis e completada pelo irmão Fernando, de 35.

Depois de abandonar a Fórmula 3000 após três corridas em 2002, Leonardo deixou as pistas e passou a correr eventualmente em provas de kart a partir de 2005. No ano passado, por exemplo, foi campeão sul-brasileiro de Sênior A e integrou o time que alcançou o segundo lugar nas 500 Milhas da Granja Viana – em nova coincidência, vencida pelo time liderado por Massa. “A chama voltou a acender em 2008. Estava com quase tudo certo para entrar na GT3, mas a crise financeira internacional me obrigou a uma mudança de rota”, explica.

Quando os rumores da introdução do Trofeo Linea começaram a invadir os autódromos brasileiros, Leonardo saiu em busca de informações. E gostou do que ouviu dos executivos da RM Racing Events, promotora do Racing Festival, evento integrado pelo Trofeo Linea, Fórmula Future Fiat e 600 Super Sport (motos). “Fiquei impressionado com os nomes dos pilotos mencionados e com o orçamento bastante acessível. Será uma categoria extremamente competitiva e atraente”, aposta Nienkötter.

Sem qualquer experiência em séries de turismo, Leonardo está reforçando a estrutura técnica com profissionais com vivência em categorias importantes como a Stock Car. E procura manter os pés no chão, sem alimentar sonhos ambiciosos, pelo menos no início da temporada, cuja rodada dupla de abertura está marcada para dias 24 e 25 de abril em Interlagos. “Acredito que uma meta realista é buscar um lugar entre os 10 primeiros do grid nas três primeiras etapas. Depois, vamos ver o que acontece.”

O Racing Festival, apresentado pelo Banco Santander e Fiat, tem patrocínio da Shell, co-patrocínio da Pirelli e realização da RM Racing Events.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *