Truck: Beto Monteiro larga da primeira fila em Cascavel

Ford foi a única montadora a colocar dois caminhões na Super Classificação.

O brasiliense Geraldo Piquet (Mercedes-Benz) e o pernambucano Beto Monteiro (Ford Racing Trucks/DF Motorsport) vão dividir a primeira fila da prova de abertura do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, que será disputada neste domingo (11/3) em Cascavel (PR), com transmissão ao vivo da TV Bandeirantes, a partir das 14h. O filho mais velho do ex-campeão mundial de Fórmula 1 estabeleceu a pole position com o tempo de 1m20s621, deixando o campeão da Fórmula Truck em 2004 no segundo posto, com a marca de 1m21s427. “Foi muito bom. Foi um segundo lugar com sabor de pole position. O número 50 vai aparecer na foto logo na largada!”, brincou o nordestino, que nesta temporada vai usar este numeral em comemoração ao cinqüentenário da Ford Caminhões no Brasil.

A segunda fila do grid de 22 caminhões vai ser ocupada pelo paulista Jonatas Borlenghi (Volkswagen), que voltou para a categoria nesta temporada, e o catarinense Luis Zappelini (Ford). “Estou muito contente em largar lá na frente, ainda mais que fui para o sacrifício na classificação, com problema no motor. Resolvemos arriscar não trocá-lo após o treino livre, pois poderia não haver tempo hábil, e a decisão foi acertada. O equilíbrio do caminhão compensou as dificuldades”, elogiou o representante de Lages. A Ford foi a única montadora que conseguiu colocar dois caminhões na Super Classificação, que reuniu os cinco pilotos mais rápidos no treino de classificação, para definir a pole position.

Quando faltavam quatro pilotos para entrarem no treino classificatório para marcarem as suas voltas, seguindo a ordem do sorteio prévio, começou a cair uma leve chuva sobre Cascavel, o que acabou comprometendo o bom desempenho de quatro pilotos. A paulista Débora Rodrigues (Volkswagen) foi a mais feliz, ficando com o 13º tempo, logo seguida do sorocabano Djalma Fogaça (Ford Racing Trucks/DF Motorsport) e do paulista e atual campeão Renato Martins (Volkswagen). O gaúcho Régis Boéssio (DF Motorsport) vai partir da 17ª posição.

“Era para colocarmos tranquilamente os nossos quatro Ford Cargo entre os dez primeiros. Eu e o Régis tivemos uma má sorte momentânea, como outros competidores fortes. De qualquer maneira, a equipe teve um resultado fantástico para a primeira prova do ano, com tudo ficando pronto em cima da hora, e sem fazer qualquer teste antes”, comemora Djalma Fogaça, chefe da equipe Ford Racing Trucks/DF Motorsport e que neste ano completa 25 anos de automobilismo.

Estreando um caminhão Ford, Régis Boéssio está muito motivado para a abertura do campeonato. “Tenho convicção que, mesmo faltando ainda maior adaptação ao Ford, poderia largar no pelotão das cinco primeiras filas. Na minha hora choveu e a pista estava muito escorregadia, o caminhão patinava. No entanto, estou com um equipamento maravilhoso. Estou muito satisfeito, o trabalho do time tem sido muito produtivo. Está tudo embolado e na corrida vamos pra briga”, anima-se o gaúcho.

A equipe Ford Racing Trucks/DF Motorsport quer alcançar um bom resultado nesta primeira etapa, motivada pelo clima de comemorações, com a nova pintura dos caminhões, e os númerros comemorativos de 50 anos da Ford Caminhões no Brasil e os 25 anos de automobilismo de Djalma Fogaça. “Vamos ver se amanhã (domingo) mantemos um ritmo bom, pois esta pista exige bastante do equipamento. Como nosso Ford Cargo é robusto, sempre tive bons resultados aqui, e acho que não vai ser diferente desta vez”, acredita Beto Monteiro, que foi segundo colocado nas duas últimas corridas disputadas em Cascavel. “Ele vai tentar ganhar desta vez”, prevê Fogaça, vencedor em 2003.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *