Truck: Brasília vai apontar o campeão de 2007

Felipe Giaffone e Roberval Andrade disputam o título de 2007 da F-Truck no Autódromo Internacional de Brasília Nelson Piquet.

No próximo dia 16, a Capital Federal recebe mais uma vez a Fórmula Truck, a categoria mais popular do país e conhecida pelo grande evento que promove em cada praça que passa durante sua temporada. Esta é a sexta vez que a F-Truck corre em Brasília e a quarta que o circuito Nelson Piquet aponta o campeão da categoria, sendo a última etapa da temporada de 2007.

Este ano, são apenas dois concorrentes ao título: o atual líder do campeonato Felipe Giaffone (Volkswagen) e Roberval Andrade (Scania). Giaffone tem 142 pontos e foi a grande estrela do ano com quatro vitórias. Andrade tem 125 pontos e com uma vitória chegou ao final da temporada disputando o título graças a uma campanha em que só não marcou pontos apenas na etapa de Goiânia.

Com a vantagem de 17 pontos, Felipe Giaffone, piloto de São Paulo com larga experiência em várias modalidades do automobilismo, incluindo cinco anos da F-Indy nos Estados Unidos, está bem mais perto do título do que seu adversário, mas sabe que corridas são corridas e só terminam na bandeira quadriculada. “Vou entrar na pista pensando em fazer uma boa corrida. Tive um ano excelente, é minha primeira temporada completa e terminá-la com o título seria a realização de um sonho. Mas sei que meu adversário é muito forte”, resumiu Felipe.

Roberval Andrade também é piloto federado em São Paulo, e veio do interior do estado, cidade de Santo Anastácio. Não tem a mesma experiência de Felipe Giaffone em outras categorias, mas sabe muito quando se trata de caminhões de corrida. Foi campeão da F-Truck em 2002, vice em 2005, e terceiro por duas vezes, em 2001 e 2004 e é considerado um dos pilotos de maior combatividade na categoria. Sobre a desvantagem de 17 pontos para Felipe, Roberval analisa da seguinte forma – “Já estive nessa situação em 2005, perdi os treinos, larguei em último e ganhei a corrida. Mesmo assim não foi suficiente pela vantagem do adversário. A situação é a mesma, mas Brasília tem um circuito de alta (velocidade), e por isso temos mais chances, além da durabilidade do nosso equipamento. Somente a vitória nos interessa agora”, diz taxativo Roberval Andrade, que corre com um caminhão com motor de 12 litros, mais potente do que o de Giaffone que tem nove litros. Leve-se em conta que o Scania de Roberval pesa cinco toneladas e do Volkswagen do Felipe, aproximadamente 3.600 quilos.

Outra disputa deixa a prova final do campeonato bem mais emocionante. Para o terceiro lugar no campeonato de 2007, são cinco os concorrentes: Renato Martins (Volkswagen) com 80 pontos, Wellington Cirino (Mercedes-Benz) com 76, Leandro Totti (Ford) com 70, Jonathas Borlenghi (Volkswagen) com 57 e Geraldo Piquet (Mercedes-Benz) com 56 pontos. Deles, apenas dois já venceram no circuito externo de Brasília. Renato Martins em 2003 e 2004 e Geraldo Piquet, piloto da casa, no ano passado. “Se conseguirmos mais essa posição, teremos mais motivos para comemorar. Já somos campeões de Marcas”, lembra Renato Martins, dono da equipe RM Competições que corre com quatro caminhões Volkswagen, que deram o título antecipado à marca, neste ano.

A prova de Brasília é a única das nove do calendário da temporada em que os F-Truck correm pelo anel externo. O circuito com a forma de um trapézio tem 2.919,49 metros de extensão onde a média horária dos F-Truck ultrapassam 140 km/h. Em 2005, foi registrado a velocidade no final da reta da ponte correspondente a 228 km/h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *