Truck: Caruaru recebe a Fórmula Truck pela décima vez

A prova de Caruaru divide o campeonato e deve apontar os favoritos para o título da 12ª. temporada da F-Truck.

Desta vez não é a prova de início da temporada, onde muitas vezes as equipes ainda não estão com o novo equipamento desenvolvido e acertado. Nesse décimo ano em que a F-Truck corre em Caruaru, a prova no sertão de Pernambuco é a quinta etapa do campeonato de 2007, exatamente a que divide pela metade a temporada. Dia 12 de agosto, o Autódromo Ayrton Senna de Caruaru vai recebe a F-Truck na prova que apontará os nomes mais indicados para brigar pelo título desse ano. O circo que para ser montado utiliza 83 carretas de equipamentos já está praticamente pronto para o evento marcado para os dias 10, 11 e 12 de agosto. Toda a estrutura das equipes já permaneceu na região nordeste do país, vindo direto de Fortaleza onde foi realizada a quarta etapa do campeonato no mês passado.

O campeonato deste ano ainda está totalmente aberto, com cinco provas para o final da temporada, mas o momento é muito importante e representa o início para a definição do time de pilotos que chegará na prova final disputando o título. “A prova de Caruaru agora passou a ser o início da fase final da temporada. Nessa altura do campeonato a briga já é grande”, lembra o único tri campeão da categoria, o paranaense Wellington Cirino, piloto que tem apoio oficial da Mercedes-Benz. Cirino tem mais uma razão de estar animado com a prova de Caruaru. Ele estréia o novo modelo Axor 2044 que segundo suas próprias palavras vai trazer preocupação a seus concorrentes. O caminhão que foi desenvolvido com seu companheiro de equipe Geraldo Piquet já correu em São Paulo e Fortaleza e segundo integrantes da equipe ABF Competições, o caminhão é mais leve e conta com acerto de suspensão traseira mais eficiente do que o modelo anterior.


Cirino é o terceiro colocado no campeonato com 48 pontos e Piquet é o sétimo com 31 pontos.

O piloto da casa, o pernambucano Beto Monteiro (Ford), apesar de já ter liderado o campeonato deste ano logo após a segunda etapa, não participa direto da briga pela liderança em Caruaru. Ele é o quinto colocado no campeonato com 33 pontos, mas tem 31 de desvantagem do líder Roberval Andrade. “Comecei o ano bem em Cascavel e Tarumã e depois não marquei pontos em São Paulo e Fortaleza. Espero sair daqui com um bom resultado”, se anima Beto Monteiro que das quatro provas realizadas, três ele largou entre os cinco primeiros. Também otimista está o paranaense Leandro Totti (Ford) vencedor do ano passado em Caruaru e já com uma vitória nessa temporada, em Tarumã. Ele ocupa a quarta posição com 36 pontos.

Atualmente a disputa maior envolve os paulistas Roberval Andrade (Scania), líder com 66 pontos e Felipe Giaffone (Volkswagen) com 64.  Roberval subiu ao pódio nas quatro provas iniciais e não se importa de ainda não ter vencido nesta temporada – “Estive perto de uma vitória em São Paulo e só perdi na última volta porque não deu para segurar o Felipe (Giaffone). Mas o que mais importa é que eu estou conseguindo me manter na liderança do campeonato”, lembra o piloto que tem apoio oficial da Scania.

Com cinco anos de experiência na F-Indy, o também paulista Felipe Giaffone (Volkswagen), que já foi companheiro de equipe de Roberval é seu grande rival na temporada deste ano. Além de tirar a sua vitória em São Paulo na última volta da corrida em Interlagos, Felipe marcou sua segunda vitória no ano na última etapa no mês passado em Fortaleza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *