Truck: Chuva tira vitória de Cirino em Guaporé

A estratégia de apostar contra São Pedro não deu certo e numa “manga” de chuva tirou a vitória do único tricampeão da categoria.

A estratégia de apostar contra São Pedro e sair com pneus slicks para a etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, disputada hoje (domingo), em Guaporé, no Rio Grande do Sul, não deu certo para o paranaense Wellington Cirino, da equipe ABF/Mercedes-Benz,

O tricampeão da categoria largou em terceiro e assumiu a liderança na 10ª volta, ultrapassando Valmir Hisgué Benavides. No entanto, faltando 10 minutos para o fim da corrida, uma “manga” de chuva caiu sobre o autódromo. A pancada de chuva não durou dois minutos, mas foi o suficiente para mudar o rumo da corrida, com o pernambucano Beto Monteiro, que estava com pneus para chuva, assumir a liderança, ao passo que Cirino ia perdendo posições até finalizar a corrida em nono.

Beto Monteiro completou as 22 voltas da corrida em 1h01m35s674, andando à média horária de 66,005 Km/h. Em segundo chegou o paulista Valmir Hisgué Benavides, que se classificou à frente de Roberval Andrade (SP), Renato Martins (SP), Débora Rodrigues (SP), Felipe Giaffone (SP), Diumar Bueno (PE), Vignaldo Fizio (SP), Wellington Cirino (PR) e Fabiano Brito (PR), que pela ordem fecharam as 10 primeiras colocações.

A prova começou num ritmo muito forte, com Renato mantendo a ponta e escoltado por Benavides. Mas na segunda volta, Benavides pulou para a liderança e na seqüência Cirino foi para segundo. Na quarta volta, Piquet, companheiro Cirino na equipe ABF/Mercedes-Benz, que já tinha feito boa largada, pulando de sétimo para quinto, ultrapassou Maistro e ganhou a quarta colocação. Cirino passou a pressionar Benavides e na 10ª volta, quando José Cangueiro bateu na Curva do Túnel e precisou da entrada do Pace Truck. Na relargarda, os pilotos da ABF/Mercedes-Benz partiram para o ataque. Cirino assumiu a liderança ultrapassando Benavides e Piquet foi para terceiro, passando por Renato Martins. A manobra dos dois foi idêntica, passando os concorrentes da Volkswagen por fora.

Na 12ª volta os seis primeiros eram Cirino, Benavides, Piquet, Ramires, Beto Monteiro e Vignaldo Fizio.

Na relargada, Cirino manteve a ponta, quando o Pace Truck teve que entrar na pista porque Piquet e Ramires se tocaram na Curva Um. Na nova relargada, Cirino continuou em primeiro, ao passo que Ramires foi punido com um drive thru por ter passado Piquet em bandeira amarela, antes da relargada.

Piquet critica Ramires

Geraldo Piquet criticou a atitude de Ramires. “Parece que ele não conhece o regulamento. Me ultrapassou s no Curvão de entrada na reta antes que fosse dada a bandeira verde de relargada. Depois mudou a trajetória várias vezes para fechar a minha passagem”, diz Piquet.

Geraldo também comentou que a estratégia de sair com pneus para pista seca foi errada. “Já estava com a corrida comprometida, mas a chuva iria complicar tudo no final”, argumentou Piquet.

Estratégia errada

Cirino diz que fez a sua parte até onde foi possível, mas a estratégia de apostar contra São Pedro não deu certo. Foram dois minutos de chuva, mas o suficiente para lhe tirar a vitória. “Foi uma aposta, faltou pouco para dar certo, agora vamos pensar na prova de Goiânia”, comentou Cirino, vencedor em Guaporé em 2005.

A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck será disputada no dia 6 de abril, em Goiânia.

Resultado da Fórmula Truck em Guaporé
1º) Beto Monteiro (PE), Scania, 22 voltas em 1h01m35s674
2º) Valmir Benavides (SP), Volkswagen, a 0s885
3º) Roberval Andrade (SP), Scania, a 4s263
4º) Renato Martins (SP), Volkswagen, a 14s295
5º) Debora Rodrigues (SP), Volkswagen, a 23s702
6º) Felipe Giaffone (SP), Volkswagen, a 38s030
7º) Diumar Bueno (PR), Volvo, a 40s835
8º) Vignaldo Fizio (SP), Mercedes-Benz, a 41s142
9º) Wellington Cirino (PR), Mercedes-Benz, a 43s358
10º) Fabiano Brito (PR), Volvo, a 49s803
11º) Vinicius Ramires (SP), Mercedes-Benz, a 50s261
12º) Fred Marinelli (SP), Iveco, a 52s270
13º) Geraldo Piquet (DF), Mercedes-Benz, a 1 volta
14º) Chico Serra (SP), Ford, a 1 volta
15º) Luiz Zappellini (SC), Volvo, a 2 voltas
16º) Pedro Muffato (PR), Scania, a 10 voltas
17º) Leandro Totti (PR), Ford, a 13 voltas
18º) João Maistro (PR), Volvo, a 13 voltas
19º) José Cangueiro (S), Mercedes-Benz, a 14 voltas

Classificação do Campeonato de Pilotos
1º) Beto Monteiro (PE), com 22 pontos
2º) Valmir Benavides (SP), 20
3º) Roberval Andrade (SP), 12
4º) Renato Martins (SP), 11
5º) Wellington Cirino (PR), 9
6º) Débora Rodrigues (SP), 8
7º) Felipe Giaffone (SP), 6
8º) Diumar Bueno (PR), 4
      Vignaldo Fizio (SP), 4
      Geraldo Piquet (DF), 4
11º) Vinicius Ramires (SP), 3
12º) Fabiano Brito (SP), com 1 ponto
 
Classificação do Campeonato de Marcas
1º) Volskswagen, com 45 pontos
2º) Scania, 34
3º) Mercedes-Benz, 20
4º) Volvo, 5
5º) Ford, sem ponto
      Iveco, sem ponto

Foto: Orlei Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *