Truck: Djalma Fogaça comemora 100 corridas em Goiânia

Sorocabano está em sua 12ª temporada na categoria mais popular do automobilismo nacional.

A quarta etapa da Fórmula Truck, que será disputada no próximo domingo (14/6) no Autódromo Internacional de Goiânia (GO), será uma data muito especial para Djalma Fogaça (Ford Racing Trucks). Um dos pilotos mais competentes e carismáticos do automobilismo brasileiro, o ‘Caipira Voador’ completará sua corrida de número 100 na categoria dos caminhões.

 

“Para mim, como piloto, é só mais um número. No entanto, é gratificante eu ter acreditado na palavra do então organizador Aurélio Batista Felix e ter apostado na Fórmula Truck. Hoje eu continuo acreditando e deu muito certo, estou muito feliz com tudo o que conquistei”, afirma o sexto colocado no certame nacional. A largada da prova acontecerá às 13h, com transmissão ao vivo da TV Bandeirantes.

 

Nas 12 temporadas que disputou na Fórmula Truck, Djalma Fogaça coleciona onze pole positions e oito vitórias, e conquistou um vice-campeonato como piloto, em 2003. Mas, em toda essa trajetória, sua menina dos olhos é a equipe DF Motorsport, sediada em Sorocaba, sua cidade natal. “O principal, o que eu conto mais, foi ter estabelecido uma equipe competitiva e bem estruturada, representando uma grande montadora, numa categoria tão importante para o nosso esporte”, conta. “Tivemos em nosso time pilotos com história muito grande no automobilismo e outros que ainda estão construindo, como Beto Monteiro, Chico Serra, Luiz Carlos Zapellini, Neno Borlenghi, Urubatan Helou Jr., entre outros”, lembra.

 

O momento mais marcante para Fogaça em todos esses anos foi a temporada de 2004, quando a DF Motorsport conquistou o título de pilotos com o pernambucano Beto Monteiro e ajudou a Ford a ser a campeã entre as marcas. “O título do Beto foi muito importante para nós. E ajudamos a Ford a conquistar seu primeiro título entre as marcas. Nossa equipe foi responsável por 83% dos pontos que garantiram essa vitória”, explica.

 

Mesmo tendo passado por praticamente tudo o que aconteceu até hoje na Fórmula Truck, Fogaça acredita que a fase atual é a mais importante da história da categoria. “Após a morte do Aurélio no ano passado, vivemos uma fase de transição. Em pouco tempo, a nova presidente implantou sua maneira de gerir sem abandonar a receita de sucesso que tínhamos antes, com novas idéias, muita determinação e organização”, comenta sobre Neusa Felix, esposa de Aurélio e que assumiu a frente da F-Truck após a morte de seu marido.

 

O titular da Ford Racing Trucks está animado para a corrida centenária. “Temos um bom caminhão, demos um salto de qualidade, mas ainda não temos o melhor equipamento. Mas o nosso momento é muito positivo”, afirma. Fogaça relembra que ele e a equipe possuem bom histórico na capital de Goiás. “Temos ótimos resultados lá, já fizemos pole e vencemos. No ano passado eu cheguei a liderar e anotei o recorde do circuito. A expectativa é muito boa, mas cada corrida é uma história”, completa o piloto que tem 26 anos de automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *