Truck: Djalma Fogaça está confiante em fazer boa prova em Curitiba

O Autódromo Internacional de Curitiba recebe neste domingo (12/10) a oitava etapa da Fórmula Truck, categoria que mais atrai público no automobilismo nacional. O sorocabano Djalma Fogaça (DF Motorsport/Ford/HDS MecPar) confia em seu Ford Cargo e acredita que pode fazer uma boa corrida no Paraná.

“Ficamos entre os primeiros nos treinos livres, sempre com tempos competitivos. Em condições normais vai dar para brigar lá na frente. Mas se a previsão de chuva se concretizar, a prova fica imprevisível”, comenta o “Caipira Voador”. A largada acontece às 13h20, com transmissão ao vivo da TV Bandeirantes.

O otimismo de Djalma Fogaça só não é maior devido a seu resultado no treino classificatório. Uma fina chuva caiu no circuito pouco antes dele ir à pista para cravar sua volta e acabou prejudicando seu desempenho. “Eu peguei a pista muito escorregadia, e logo depois ela secou. É uma pena, hoje nós brigávamos para largar em primeiro”, afirma. O sorocabano acredita que a posição só não foi pior, pois após os nove primeiros competidores registrarem suas voltas, a chuva voltou ainda mais forte. “Acabou sendo uma falta de sorte para quase todo mundo. Para mim, dos males o menor”, garante. A pole ficou com o pernambucano Beto Monteiro.

Um dos pilotos que foi prejudicado com a volta da chuva foi o paulista Jonatas “Neno” Borlenghi, companheiro de Fogaça na equipe DF Motorsport/Ford/HDS MecPar. Como foi um dos últimos a ir à pista na definição do grid, ele encontrou a pista encharcada e registrou apenas o 20º tempo. “Apesar de tudo, temos que destacar o trabalho fantástico dos mecânicos da equipe. O carro do Neno quebrou duas vezes o motor. Para a classificação, além do propulsor, tivemos que trocar o câmbio e o diferencial. Ele também poderia largar bem mais na frente”, finaliza Fogaça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *