Truck: Djalma Fogaça vence com Ford em Tarumã

Djalma Fogaça vence pela sétima vez na Fórmula Truck e Ford vence a segunda do ano. O sorocabano Djalma Fogaça (Ford) venceu espetacularmente neste domingo (12/11) a oitava e penúltima etapa da Fórmula Truck, que foi disputada no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamã (RS).



Ele assumiu a liderança faltando apenas 10 minutos para o encerramento da competição, ao ultrapassar na 22ª volta Welligton Cirino (Mercedes-Benz) e Adalberto Jardim (Volkswagen), na prova mais equilibrada da temporada. “É uma satisfação muito grande. Vencemos na pista, brigando e ultrapassando, em uma temporada muito difícil. Foi uma vitória do trabalho e esforço de toda a equipe”, resumiu o “Caipira Voador”, que divide a função de piloto com a de chefe da equipe DF Motorsport/Ford Racing Trucks.


 


Largando da quinta posição, Djalma Fogaça caiu para sexto na segunda volta, visivelmente economizando o seu equipamento. Na volta seguinte ele retomou a posição e formou um bloco compacto dos cinco primeiros, com a liderança de Cirino, seguido de Jardim, Vinicius Ramires (Mercedes-Benz) e Beto Monteiro (Ford). Depois da intervenção do Pace-Truck, durante a bandeira amarela programada, o representante de Sorocaba começou a acelerar e na 15ª passagem estabeleceu a volta mais rápida da corrida e já assumiu a terceira colocação. Daí pra frente, o Ford Cargo foi só pressionando os ponteiros até consumir a dupla ultrapassagem. “Foi uma prova bem difícil e suada. Tive que lutar bastante, mas nosso Ford Cargo estava fantástico”, comemorou.


 


Faltando oito minutos para o encerramento da corrida, na 27ª volta o piloto João Maistro bateu na Curva 9 e o Pace-Truck teve que intervir, com bandeira amarela em todo o circuito, enquanto a pista era desobstruída. Duas voltas depois foi dada a relargada, e Fogaça cumpriu a última volta com relativa folga para vencer pela sétima vez na categoria, e alcançar a primeira vitória da DF Motorsport/Ford Racing Trucks nesta temporada, a última dos caminhões Ford Cargo com motor mecânico. “Foi um ano muito difícil pela desvantagem que levamos de motor, que tem menos potência. No entanto, nosso Ford Cargo tem um equilíbrio fantástico, nossa equipe conseguiu acertar bem o chassi e as suspensões”, contou Fogaça.   


 


A última etapa da Fórmula Truck será dia 10 de dezembro, em Brasília (DF).

Confira o resultado final da etapa de Tarumã:

1º) Djalma Fogaça (SP), Ford, 28 voltas em 1h01m08s326


2º) Adalberto Jardim (SP), Volkswagen, a 0s775


3º) Wellington Cirino (PR), Mercedes-Benz, a 2s041


4º) Roberval Andrade (SP), Scania, a 4s348


5º) Vinicius Ramires (SP), Mercedes-Benz, a 4s683


6º) Fabiano Britto (PR), Volvo, a 5s384


7º) Débora Rodrigues (SP), Volkswagen, a 5s738


8º) Leandro Totti (PR), Ford, a 6s282


9º) Geraldo Piquet (DF), Mercedes-Benz, a 7s240


10º) Vigaldo Fizio (SP), Mercedes-Benz, a 9s193


11º) Beto Monteiro (PE), Ford, a 9s711


12º) Beto Napolitano (SP), Volkswagen, a 11s021


13º) Eduardo “Macarrão” Fraguas (SP), Ford, a 12s079


14º) Regis Boessio (RS), Iveco, a 13s665


15º) Urubatan Helou Júnior (SP), Volvo, a 20s126


16º) Clodoaldo Monteiro (SC), Volkswagen, a 21s541


17º) José Cangueiro (SP), Mercedes-Benz, a 25s667


18º) Diumar Bueno (PR), Volvo, a 26s975


19º) José Maria Reis (GO), Scania, a 1 volta


20º) João Maistro (PR), Scania, a 2 voltas


21º) Fred Marinelli (SP), Iveco, a 3 voltas


 


Não completaram:


 


Pedro Muffato (PR), Scania


Luiz Carlos Zappellini (SC), Ford


Renato Martins (SP), Volkswagen


 


Classificação do Campeonato após 8 etapas:


 


1º) Renato Martins (SP), com 111 pontos


2º) Vinicius Ramires (SP), 100


3º) Pedro Muffato (PR), 88


4º) Wellington Cirino (PR), 87


5º) Roberval Andrade (SP), 71


6º) Leandro Totti (PR), 55


7º) Débora Rodrigues (SP), 54


8º) Djalma Fogaça (SP), 48


9º) Beto Monteiro (PE), 35


10º) Adalberto Jardim (SP), 33


11º) Beto Napolitano (SP), 27


       Geraldo Piquet (DF), 27


13º) Luiz Carlos Zappellini (SC), 18


14º) Herberto Heinen (RS), 15


        Fabiano Britto (PR), 15


16º) Vignaldo Fizio (SP), 13


17º) José Cangueiro (SP), 8


        José Maria Reis (GO), 8


19º) Diumar Bueno (PR), 7


20º) João Maistro (PR), 6


21º) Regis Boessio (RS), 4


22º) Eduardo “Macarrão” Fraguas (SP), com 2 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *