Truck: Em Fortaleza, Volkswagen Caminhões e Ônibus busca quarta vitória seguida no Nordeste

Felipe Giaffone venceu as provas de Caruaru e Fortaleza em 2007 e já iniciou nesta temporada, com outro primeiro lugar em Pernambuco, a hegemonia do caminhão Volkswagen Constellation no Nordeste

A fase nordestina da Fórmula Truck vive nos últimos dois anos a hegemonia de um único caminhão: o Volkswagen Constellation do piloto Felipe Giaffone, atual campeão da categoria. Na temporada passada, o paulista venceu as provas em Caruaru e em Fortaleza. Em 2008, ele iniciou a defesa deste domínio no Nordeste com outro primeiro lugar, no GP disputado no sertão do Pernambuco no início deste mês. Agora, é a vez de enfrentar os outros 24 rivais na pista cearense, onde será disputada neste domingo a quarta etapa do campeonato, para manter o aproveitamento de 100% nas corridas nordestinas da Truck.

“Quatro vitórias em quatro corridas no Nordeste seria um retrospecto e tanto, mas isso é só um fato estatístico. O que importa para mim é a conquista do bicampeonato e claro que, para isso, vou buscar outra vitória. Mas, antes da preocupação em manter este recorde, quero somar o máximo de pontos para manter a liderança do campeonato”, diz Giaffone.

De fato, não é apenas no Nordeste que o piloto e o time da Volkswagen Caminhões e ônibus vivem bons momentos. Com a vitória em Caruaru, Giaffone assumiu a liderança do campeonato, com 53 pontos, e a Volkswagen ampliou ainda mais sua vantagem sobre a segunda colocada na tabela de marcas.

“Para esta etapa de Fortaleza, estaremos com o mesmo pacote técnico da corrida anterior. Com as duas provas no Nordeste sendo disputadas em menos de um mês, por questões de logística, a equipe fica aqui no Ceará e não faz treinos entre as duas corridas”, explica o piloto Renato Martins, que também chefia a equipe RM Competições, com quatro caminhões Volkswagen Constellation na Truck.

Mas isso não quer dizer que o time não possa trazer novidades para a prova de Fortaleza. “Pelo contrário, na engenharia da Volkswagen Caminhões e Ônibus, o desenvolvimento não pára nunca, e por isso a cada etapa sempre temos pelo menos alguns itens para experimentarmos nos treinos livres e que, se aprovados, já entram no caminhão naquele próprio GP”, diz Giaffone.

Débora Rodrigues, única mulher a competir na Fórmula Truck, também está ansiosa para a disputa do GP de Fortaleza, que começa nesta sexta-feira, com os primeiros treinos livres. “Sempre adorei esta região do Brasil e o fanatismo do cearense pela Truck é impressionante. Tenho ótimas lembranças da corrida de 2006”, cita Débora, que quase venceu este GP sob chuva, chegando em terceiro lugar.

A pista também pode ajudar um bom desempenho de Valmir Benavides. O quarto colocado no campeonato, com 44 pontos, acredita que a pista de Fortaleza deve render mais uma boa briga entre os caminhões com motor 9 litros e os de 12 litros.

“A pista é bem travada, mais até do que a de Londrina, e por isso largar na frente será fundamental. Se conseguirmos um bom desempenho no treino classificatório, temos como brigar pela vitória, já que não há tantos trechos de alta velocidade, onde nossos rivais costumam andar melhor”, afirma Hisgué.

Os treinos livres para a quarta etapa da Truck começam nesta sexta, dia 30 (às 14h e às 16h). No sábado, os treinos livres serão às 9h e às 11h, com o treino de classificação para o grid de largada às 15h30. No domingo, a prova terá largada às 13 h, com transmissão ao vivo pela TV Band.

Classificação do campeonato após 3 etapas: 1) Felipe Giaffone, 53 pontos; 2) Roberval Andrade, 50 pontos; 3) Geraldo Piquet, 47 pts.; 4) Valmir Benavides, 44 pts.; 5) Wellington Cirino, 30 pts.; 6) Beto Monteiro, 24 pts.; 7) Débora Rodrigues, 16 pts.; 8) Renato Martins, 11 pts.; 9) Fabiano Brito e Luiz Zappelini, e Vinicius Ramires, 9 pts.; 12) Vignaldo Fizio, 8 pts.; 13) João Maistro, 6 pts.; 14) Diumar Bueno e Djalma Fogaça, 4 pts.; 16) Pedro Muffato, 3 pts.; 17) Fred Marinelli, 2 pts. e 18) José Cangueiro, 1 ponto.

Classificação de marcas: 1) Volkswagen, 124 pontos; 2) Mercedes-Benz, 95 pontos; 3) Scania, 77 pontos; 4) Volvo, 28 pontos; 5) Ford, 4 pontos e 6) Iveco, 2 pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *