Truck: Mercedes-Benz põe quatro pilotos no pódio e Zappelini quebra jejum da Volvo na Truck

Fízio, Piquet, Ramires e Mazzacane ampliam para 53 pontos a vantagem da marca na liderança do campeonato de marcas, a duas etapas do final.

Sete anos e meio depois, a Volvo voltou a festejar uma vitória no Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. Coube ao catarinense Luís Zappelini a quadra do jejum. Largando em último, o piloto da ABF atribuiu à economia do equipamento à vitória na desgastante oitava e antepenúltima etapa, disputada neste domingo (12) no Autódromo Internacional de Curitiba. O pódio teve, ainda, quatro pilotos pilotos da Mercedes-Benz.


Vignaldo Fízio, Geraldo Piquet e Gastón Mazzacane, todos competindo pela ABF, foram segundo, terceiro e quinto colocados, respectivamente, após as 31 voltas da corrida. Em quarto ficou Vinicius Ramires, com o Mercedes-Benz da RRT2. Ele largou em décimo, caiu para a última posição na primeira volta e teve de se submeter a uma corrida estratégica para subir ao pódio pela primeira vez na temporada de 2008 da Fórmula Truck.


“Na largada, meu caminhão ficou queimando embreagem. Eu só consegui engatar a marcha quando já estávamos na reta oposta, perdi muito contato com o pelotão”, narrou Ramires, que tem no caminhão número 80 as cores de Empresas Rodobens e Renov/Remanufatura Mercedes-Benz. “A recuperação na corrida só foi possível porque o novo motor, que estreamos na etapa passada, é muito forte. Fui ao final da corrida, mesmo exigindo bastante dele”.


Ramires contou que, nas voltas finais da prova, teve de dosar o ritmo, por conta do desgaste excessivo dos freios. “Eu estava quase sem freios, todo mundo teve essa dificuldade, foi uma corrida muito desgastante. Minha meta era ajudar a Mercedes-Benz no campeonato de marcas. O Zappelini fez uma corrida brilhante, mas ainda acho que a Mercedes foi a grande vitoriosa desta etapa”, declarou. A marca foi a 303 pontos, contra 250 da Volkswagen.


Depois de 31 voltas, a classificação final da corrida deste domingo em Curitiba foi a seguinte:
 
1º) Luís Zappelini (SC/Volvo), 1h00min58s597
2º) Vignaldo Fizio (SP/Mercedes-Benz), a 5s213
3º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), a 15s4402
4º) Vinicius Ramires (SP/Mercedes-Benz), a 21s980
5º) Gastón Mazzacane (ARG/Mercedes-Benz), a 22s247
6º) Jonatas Borlenghi (SP/Ford), a 47s050
7º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), a 1 volta
8º) Adilson “Cajuru” Magalhães (SP/Iveco), a 2 voltas
9º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), a 2 voltas
10º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), a 4 voltas
11º) Adalberto Jardim (SP/Iveco), a 6 voltas
 
NÃO COMPLETARAM
Roberval Andrade (SP/Scania), a 7 voltas
José Cangueiro (SP/Mercedes-Benz), a 13 voltas
Renato Martins (SP/Volkswagen), a 15 voltas
Fabiano Brito (PR/Volvo), a 22 voltas
Fred Marinelli (SP/Iveco), a 22 voltas
Pedro Muffato (PR/Scania), a 27 voltas
Leandro Totti (PR/Ford), a 27 voltas
Beto Monteiro (PE/Scania), a 28 voltas
Djalma Fogaça (SP/Ford), a 28 voltas
Valmir Benavides (SP/Volkswagen), a 29 voltas
Felipe Giaffone (SP/Volkswagen), a 30 voltas
 
NÃO LARGARAM
Diumar Bueno (PR/Volvo)
José Maria Reis (GO/Volkswagen)
Leandro Reis (GO/Volkswagen)
Regis Boessio (RS/Volvo)
 
Depois de oito das 10 corridas previstas no calendário, a classificação completa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck é a seguinte:
 
1º) Cirino, 127 pontos; 2º) Piquet, 124; 3º) Andrade, 103; 4º) Giaffone, 100; 5º) Benavides, 95; 6º) Monteiro, 53; 7º) Zappelini, 38; 8º) Fízio, 33; 9º) Martins, 30; 10º) Rodrigues, 25; 11º) Ramires e Brito, 19; 13º) Maistro, 20; 14º) Mazzacane, 16; 15º) Fogaça, 15; 16º) Muffato e Magalhães, 9; 18º) Jardim, 8; 19º) Borlenghi, 6; 20º) Marinelli e Boessio, 5; 22º) Bueno e Cangueiro, 4; 24º) Totti, 3 25º) L. Reis, 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *