Truck: Pernambucano Beto Monteiro quer ampliar liderança no campeonato

Campeão brasileiro de 2004 nunca começou uma temporada tão bem.

Líder do campeonato da Fórmula Truck depois de duas etapas, o pernambucano Beto Monteiro (Ford Racing Trucks/DF Motorsport) quer mais. Na prova que será realizada a partir das 14 horas deste domingo (20/5) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, ele pretende alcançar mais um bom resultado e ampliar a sua margem no certame, que é de apenas um ponto sobre o paulista Roberval Andrade (Scania) e quatro de vantagem para o paranaense Wellington Cirino (Mercedes-Benz). “A minha primeira meta eu consegui, que era alcançar a liderança no campeonato. Agora, eu quero ampliar, para quando chegar às pistas que nos favorecem, eu possa ter mais tranqüilidade para brigar pelo meu segundo título”, planeja o único nordestino da categoria, que foi campeão brasileiro em 2004.

Com o seu Ford Cargo completamente revisado, e com algumas melhorias no motor, Beto Monteiro está confiante em um bom resultado em Interlagos, circuito tido como favorável aos caminhões “grandes”, como Scania e Mercedes-Benz. “No ano passado eu larguei em segundo e o (Djalma) Fogaça em terceiro, e vínhamos de uma maré muito ruim, sem nenhum ponto. Este ano as coisas estão muito melhores, e estamos partindo de um patamar bem mais alto”, considera o líder. “A vitória é difícil, mas será uma corrida de resistência, que desgasta muito o motor, os freios e amortecedores. Já que meu Ford é confiável, quero levar o equipamento até o final da prova, e lá do pódio eu grito a minha posição final”, entusiasma-se o alegre e simpático piloto da Ford Racing Trucks/DF Motorsport.

Com um segundo lugar na abertura da temporada em Cascavel (PR), e um quarto em Tarumã (RS), Monteiro acredita que está conseguindo conciliar velocidade com resistência, equação perfeita para se brigar pelo título da temporada. “Vamos para esta prova, que é a que tem maior público e maior presença de patrocinadores durante a temporada, com a mesma filosofia do começo do ano. É lógico que queremos vencer, mas antes de tudo, precisamos terminar a corrida. O campeonato é longo, de pontos corridos, e a maior vitória mesmo é o título da temporada”, define sua estratégia, ao mesmo tempo em que quer fazer bonito também para a Samsung, seu novo patrocinador a partir desta etapa.

A DF Motorsport disputará esta prova também com o piloto sorocabano Djalma Fogaça, o gaúcho Régis Boéssio e paulista Daniel Gianfratti, substituindo o catarinense Luis Zappelini, que está se recuperando do acidente sofrido na última corrida disputada, em Tarumã (RS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *