Truck: Ramires termina em sexto em ‘corrida de chegada’ em Caruaru

Com alimentação do caminhão limitada para evitar excesso de fumaça, paulista faz corrida de cautela e sobe para décimo no campeonato.

Embora não fosse o resultado esperado de inicio, o sexto lugar na quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck foi definido como “um lucro” pelo paulista Vinicius Ramires. O piloto da Ramires Rodobens Truck Team ficou a uma posição do pódio na corrida deste domingo (12) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, na cidade pernambucana de Caruaru, onde a vitória foi do também paulista Felipe Giaffone, da Volkswagen.

Ramires, no treino classificatório, obteve o sétimo lugar no grid. Herdou a sexta posição com a correção do grid, baseada nas desclassificações decorrentes do excesso de fumaça nos caminhões. Fred Marinelli, que estava imediatamente à sua frente, abriu a lista dos 10 punidos, composta também pelos nomes de Djalma Fogaça, João Marcos Maistro, Fabiano Brito, Régis Boessio, Luís Zapellini, Beto Monteiro, José Cangueiro, Adalberto Jardim e Urubatan Helou Júnior.

A preocupação com a fumaça foi o que comprometeu as condições de Ramires, atual vice-campeão da Truck, para a disputa por um lugar no pódio. “Nós estávamos com um pouco de fumaça no caminhão, nosso acerto não era o mais adequado para o clima que tivemos hoje. A solução que encontramos foi diminuir a alimentação do motor. O problema é que reduzindo o diesel a potência do motor também cai, não estávamos rápidos”, explicou o piloto.

Ciente das dificuldades que teria na corrida pernambucana, Vinicius, que tem no caminhão número 80 as logomarcas de Empresas Rodobens, ZF do Brasil e Renov/Remanufatura Mercedes-Benz, propôs-se a uma corrida sem riscos. “Eu larguei sabendo que teria de fazer uma corrida de chegada, contando talvez com um ou outro abandono para herdar posições, o que não aconteceu. Acabou sendo um bom resultado, diante da preocupação que tivemos”, definiu.

Nas voltas iniciais da corrida, Ramires chegou a figurar em quinto lugar. Quando foi superado por Jonatas Borlenghi, da Volkswagen, passou a receber a pressão de Pedro Muffato. O piloto paranaense da Scania, contudo, cumpriu duas vezes o drive thru por exceder o limite de velocidade no radar. Caiu para 16º e, em prova de recuperação, marcou um ponto, em décimo. “Foi estranho, porque treinei muito a questão do radar. Paciência, mas preciso marcar mais pontos”, disse.

Giaffone, que repetiu em Caruaru as vitórias que obteve nas etapas anteriores, em São Paulo e Fortaleza, assumiu a liderança do campeonato, agora com quatro pontos de vantagem sobre Roberval Andrade, que terminou a corrida em segundo. O paranaense Wellington Cirino, com Mercedes-Benz, liderou a maior parte da corrida, terminou em quinto e aparece em terceiro na tabela de pontuação, a 26 pontos do líder Giaffone.

A temporada da Fórmula Truck terá seqüência no dia 16 de setembro, com a sexta etapa em Goiânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *