Truck: Treinos livres começam nessa sexta-feira em São Paulo

Os caminhões de serviço eram os únicos com motores ligados nesta quinta-feira (17), em Interlagos (SP), na véspera do início dos treinos livres para a terceira etapa da Fórmula Truck, que será disputada no domingo (20), às 14h05.

Mesmo assim, o que não faltou foi trabalho. As equipes aproveitaram o último dia sem atividades oficiais para concluir a montagem dos boxes e, dentro deles, realizar os ajustes necessários nos caminhões. Uma movimentação silenciosa, que nem lembra o barulho e a agitação da corrida, que reúne o segundo maior público do autódromo (só perde para a F-1).

A multidão que vai ao circuito quer ver aquela que é considerada por pilotos e montadoras a prova mais importante do ano, reunindo tantas atenções quanto a etapa de abertura do campeonato e a decisão do título. Não é por acaso que a corrida marca até mesmo o começo do trabalho de pista para alguns pilotos, como Urubatan Helou Jr. (Volkswagen), da Napolitano Competições, que escolheu a cidade paulista para sua reestréia na categoria. De acordo com as informações oficiais, o time preferiu esperar justamente por esta prova, quando teria o caminhão em perfeitas condições.

Outro que está de volta e cheio de boas lembranças é Adalberto Jardim (Scania), da Lanzoni Competições, que no ano passado estreou na categoria em Interlagos e de cara conquistou a pole position. Agora, tenta repetir o feito com outra marca (corria de Volkswagen). Na lista das estréias, cabe também o novo caminhão de Geraldo Piquet (Mercedes-Benz). O anterior foi envolvido num grave acidente na etapa anterior, em Tarumã, e precisou ser trocado para Interlagos. Aquela batida continuou repercutindo no paddock de Interlagos nesta quinta-feira.

O motivo foi o anúncio de que Vinícius Ramires (Mercedes-Benz), que na visão dos comissários teria provocado o acidente, se livrou da punição de duas corridas imposta pela CBA recorrendo à Justiça Comum. Como o presidente da entidade não recorreu da liminar, o competidor está autorizado a alinhar no grid no domingo. Entre as novidades técnicas, a principal envolve Djalma Fogaça (Ford), que vai estrear o tão esperado motor eletrônico, que passou dois meses no dinamômetro até chegar ao ponto desejado.

Os resultados foram tão bons que o companheiro dele, Daniel Gianfratti (que substitui o contundido Luiz Carlos Zapellini), também vai utilizar o propulsor. Quem não quer saber de novidade é o outro piloto da equipe, o líder do campeonato, Beto Monteiro. Ele chegou a cogitar a possibilidade de mudança para o motor eletrônico, mas desistiu por um ótimo motivo. “Estou me sentindo muito confortável com o modelo atual, não quero me preocupar com as conseqüências que uma troca pode trazer para o campeonato, principalmente porque estou na frente”, afirma.

Apesar da primeira posição na tabela, Beto Monteiro ainda busca sua primeira vitória no ano, já que por enquanto a temporada vem sendo marcada pela regularidade: Roberval Andrade (Scania) e Wellington Cirino (Mercedes-Benz), que completam o grupo dos três primeiros, ainda não ganharam. Assim como o atual campeão e recordista de vitórias da categoria, Renato Martins, que persegue uma vitória em casa desde 1998, quando subiu ao lugar mais alto do pódio em Interlagos pela primeira e única vez. Nas outras, sofreu com a falta de sorte correndo em casa. Uma história que ele espera mudar neste domingo.

Os ingressos para a terceira etapa da F-Truck já estão à venda nos Postos BR Petrobras e revendas Bridgestone/Firestone (para a informação dos locais de venda acesse o site www.formulatruck.com. O valor do ingresso é R$ 25,00 e quem fizer a compra antecipada ainda ganha o boné oficial da F-Truck bordado. Pessoas com mais de 65 anos, portadores de deficiência física e crianças de cinco a sete anos não pagam entrada. Para circular pela área dos boxes a idade mínima é de 16 anos. É proibido a entrada de crianças menores de 5 anos no autódromo. Os estudantes também têm direito à meia entrada, mas o ingresso somente poderá ser comprado nas bilheterias do autódromo, a partir do dia 19 de maio e sem a promoção do boné.

A prova de São Paulo será transmitida pela TV Band para todo o país com a narração de Téo José, comentários de Eduardo Homem de Mello e reportagens de Luiz Silvério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *