Truck: Vencedores de 2008 largam entre os cinco primeiros na Fórmula Truck em Fortaleza

Felipe Giaffone, Roberval Andrade e Beto Monteiro saem em segundo, quarto e quinto, respectivamente. Pole é do brasiliense Geraldo Piquet.

Geraldo Piquet comemorou neste sábado (31) a conquista de sua terceira pole-position na Fórmula Truck. O brasiliense da Mercedes-Benz foi o mais rápido dos treinos classificatórios e vai comandar o grid na quarta etapa do Campeonato Brasileiro. A prova será disputada neste domingo (1º) no Autódromo Internacional Virgílio Távora, em Eusébio, na Grande Fortaleza, com largada às 12h45 e transmissão ao vivo da Rede Bandeirantes.


Piquet dividirá a primeira fila do grid cearense com Felipe Giaffone, líder do campeonato. O paulista da Volkswagen ganhou a corrida de quatro semanas atrás em Caruaru. Os outros pilotos que venceram provas no ano também foram à Super Classificação, fase da tomada de tempos que confronta os cinco mais rápidos. O pernambucano Beto Monteiro, que venceu em Guaporé, sai em quinto, a uma posição do paulista Roberval Andrade, que ganhou em Goiânia.


Andrade e Monteiro são companheiros de equipe na Roberval Motorsport, que fez da Scania a única marca com dois pilotos na Super Classificação na etapa de Fortaleza. Para Roberval, a segunda fila é inédita no circuito de 1.780 metros – ele largou dos boxes na etapa cearense de 2006, quando terminou em oitavo, e foi 17º no grid do ano passado, numa prova que terminou em terceiro. Para a corrida deste domingo, suas expectativas são de um desempenho ainda melhor.


“É a primeira vez que vou largar entre os primeiros aqui. Minha estratégia vai ser tentar vir à frente até a bandeira amarela programada, para marcar pontos. Depois, dependendo da minha condição na prova, vou definir uma estratégia para a fase final”, antecipa o paulista, que tem seu caminhão decorado nas logomarcas de Scania, Knorr-Bremse, BorgWarner, Guerra, Frum, Rodafuso, KS, Mann Filter, Tanesfil, Banco PanAmericano, Niju, CCE, Intel e Consórcio Nacional Scania.


“Esta é uma corrida em que o preparo físico do piloto e a resistência do equipamento são fatores mais determinantes que em outras pistas”, observa o paulista, vice-líder do campeonato, a três pontos de Giaffone. Andrade esteve no pódio em todas as corridas de 2008. Além de vencer a segunda etapa em Goiânia, foi terceiro em Guaporé, na abertura do campeonato, e quinto em Caruaru. Valmir Benavides, da Volkswagen, é o outro com três pódios na temporada.


Beto Monteiro, parceiro de Andrade na Roberval Motorsport, deu-se por satisfeito com o quinto lugar. “Pelo desempenho nos treinos, posso considerar que estou no lucro largando entre os cinco primeiros”, reconheceu o pernambucano. “Mas a corrida pode apresentar surpresas. A pista castiga demais o equipamento. Pela lógica, os mais rápidos são favoritos, mas é importante lembrar que o traçado de Fortaleza exige velocidade e, também, muita resistência”, frisou.


O paranaense Pedro Muffato, primeiro piloto a vencer uma prova da Truck em Fortaleza, ficou com a vigésima posição no grid. “Limitei bastante a injeção de óleo para evitar fumaça”, justificou o piloto da MP Motorsport. “A verdade é que o meu caminhão não está mais competitivo. Já larguei bem atrás e fui para a frente com um caminhão bom, e este não é o meu caso neste fim de semana”, admitiu. “Se pontuar, já vai ser uma grande conquista”.


O paranaense Leandro Totti, quinto mais rápido na tomada de tempos, foi desclassificado por excesso de fumaça em seu caminhão – a análise de seu caso foi antecipada para definição dos pilotos que disputariam a Super Classificação. Na seqüência, foram confirmadas também as desclassificações dos goianos Leandro Reis e José Maria Reis.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *