Truck: Vinicius Ramires vence em Curitiba e assume vice-liderança da Fórmula Truck

Piloto paulista chega à segunda vitória na categoria e empata com Pedro Muffato em segundo na tabela de pontos, a 23 pontos de Renato Martins

Vinicius Ramires comemorou neste domingo (8) a conquista de sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. O piloto paulista da Ramires Rodobens Truck Team venceu no Autódromo Internacional de Curitiba a sétima e antepenúltima etapa, repetindo o resultado que havia obtido na quinta corrida do ano, disputada no dia 16 de julho em Campo Grande. O resultado o fez assumir a vice-liderança da competição.


A segunda vitória em sua primeira temporada completa na Fórmula Truck deixou Ramires com 88 pontos, empatado com Pedro Muffato, 23º no grid e sexto na classificação final da corrida. Considerando desde já o critério de desempate aplicado ao final de cada temporada – o número de vitórias –, seria o segundo por ter uma vitória a mais que o paranaense da Scania. O líder é Renato Martins, da Volkswagen, segundo na prova em Curitiba.


Ramires largou em quinto, decorrência do excesso de velocidade no radar na segunda fase do treino classificatório de sábado (7), em que havia sido o mais rápido. Ultrapassou Adalberto Jardim na largada, ganhou mais uma posição com o abandono de Vignaldo Fízio no final da primeira volta e, 10 voltas depois, assumiu a segunda posição, ultrapassando Wellington Cirino. “Meu caminhão estava muito bom, eu sabia que tinha a chance de chegar”, alegou.


A intervenção do Pace Truck na 12ª volta da corrida, determinada pelo regulamento, foi providencial para Ramires. “Eu forcei um pouquinho na primeira parte da corrida e o desempenho dos freios ficou um pouquinho pior. Com o ritmo lento das voltas com a bandeira amarela, consegui resfriar bem os freios”, contou. Àquela altura, Martins, que havia largado na pole pela terceira vez no ano, ainda administrava sua vantagem na primeira colocação.


A relargada da prova foi marcada pela tentativa de Vinicius de superar o líder Renato. “Ele é muito experiente e se defendeu bem. Eu procurei me manter tranqüilo, consciente de que tinha um caminhão bom o bastante para buscar essa vitória”, disse, citando seu Mercedes-Benz Axor 2044 número 80 preparado pela Ramires Rodobens Truck Team, em que tem as cores e logomarcas de Rodobens Consórcio e Renov/Manufatura Mercedes-Benz.


Apesar da competitividade do caminhão, o vencedor reconhece que teve a sorte como aliada. Na 19ª volta, Martins, com a barra estabilizadora de seu Volkswagen solta, não ofereceu resistência à investida de Ramires. A três voltas do final, Muffato, na manobra com que assumiria a quarta posição na corrida, saiu da pista e caiu para sexto, resultado que ocasionou o empate dele e de Ramires em segundo no campeonato, a 23 pontos do líder Martins.


Ramires também anotou a volta mais rápida da corrida, na terceira, com o tempo de 1min42s868, perfazendo a média horária de 129,31 quilômetros para os 3.695 metros de extensão do traçado paranaense. Após 28 voltas, o resultado da sétima etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck foi o seguinte:
 
1º) (5) Vinicius Ramires (SP/Mercedes-Benz), 1h01min09s763
2º) (1) Renato Martins (SP/Volkswagen), a 2s843
3º) (11) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), a 3s800
4º) (12) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), a 5s084
5º) (6) Leandro Totti (PR/Londrina Truck Racing), a 5s661
6º) (23) Pedro Muffato (PR/Scania), a 6s638
7º) (2) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), a 14s065
8º) (8) Roberval Andrade (SP/Scania), a 18s539
9º) (15) Diumar Bueno (PR/Volvo), a 20s336
10º) (16) José Maria Reis (GO/Scania), a 33s661
11º) (17) Eduardo Fráguas (SP/Ford), a 34s928
12º) (14) João Marcos Maistro (PR/Scania), a 37s033
13º) (13) Luiz Carlos Zappelini (SC/Ford), a 44s395
14º) (25) Herberto Heinen (RS/Volkswagen), a 1min05s604
15º) (21) Regis Boessio (RS/Iveco), a 1min06s984
16º) (24) Fred Marinelli (SP/Iveco), a 1min10s355
17º) (20) Urubatan Helou Júnior (SP/Volvo), a 1min28s010
18º) (22) Djalma Fogaça (SP/Ford), a 2 voltas
19º) (18) José Cangueiro (SP/Mercedes-Benz), a 5 voltas
 
NÃO COMPLETARAM
(10) Fabiano Brito (PR/Volvo), a 12 voltas
(9) Beto Monteiro (PE/Ford), a 14 voltas
(19) Clodoaldo Monteiro (SC/Volkswagen), a 17 voltas
(3) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen), a 18 voltas
(7) Beto Napolitano (SP/Volkswagen), a 25 voltas
(4) Vignaldo Fizio (SP/Mercedes-Benz), a 26 voltas
 
A oitava e penúltima etapa da temporada da Fórmula Truck está marcada para 12 de novembro no circuito de Tarumã, em Viamão, na Grande Porto Alegre. A última prova, em Brasília, acontecerá no dia 10 de dezembro. A duas provas do encerramento do campeonato, a classificação completa é a seguinte:
 
1º) Renato Martins (SP/Volkswagen), RM Competições, 111
2º) Vinicius Ramires (SP/Mercedes-Benz), Ramires Rodobens Truck Team, 88
3º) Pedro Muffato (PR/Scania), MP Motorsport, 88
4º) Wellington Cirino (SP/Mercedes-Benz), ABF Competições, 67
5º) Roberval Andrade (SP/Scania), Roberval Motorsport, 61
6º) Leandro Totti (PR/Ford), Londrina Truck Racing, 52
7º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), RM Competições, 49
8º) Beto Monteiro (PE/Ford), Fogaça Motorsport, 33
9º) Beto Napolitano (SP/Volkswagen), RM Competições, 27
10º) Djalma Fogaça (SP/Volkswagen), Fogaça Motorsport, 25
11º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Competições, 25
12º) Luiz Zappelini (SC/Ford), Fogaça Motorsport, 18
13º) Herberto Heinen (RS/Volkswagen), RM Competições, 15
14º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen), RM Competições, 13
15º) Vignaldo Fízio (SP/Mercedes-Benz), ABF Competições, 12
16º) Fabiano Brito (SP/Volvo), ABF Competições, 9
17º) José Cangueiro (SP/Mercedes-Benz), ABF Competições, 8
18º) José Maria Reis (GO/Scania), Roberval Motorsport, 8
19º) Diumar Bueno (PR/Volvo), Bueno Race Truck, 7
20º) João Marcos Maistro (PR/Scania), Clay Truck Racing, 6
21º) Régis Boessio (RS/Iveco), Boessio Competições, 4
22º) Eduardo Fráguas (SP/Ford), Londrina Truck Racing, 2
 
A líder do Campeonato de Marcas da Fórmula Truck é a Volkswagen, que soma 202 pontos. A Mercedes-Benz aparece em segundo, com 192. A Scania é a terceira, com 163. Na seqüência aparecem a Ford, com 128, a Volvo, com 16, e a Iveco, com quatro. A competição entre as fábricas participantes leva em conta os pontos anotados pelos pilotos designados por cada marca e foi instituída em 2005. Na primeira temporada, a campeã foi a Ford.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *