V8 Supercars Australia: Dupla Craig Lowndes/ Jamie Whincup vence pela terceira vez consecutiva a Bathurst 1000

A dupla Craig Lowndes/ Jamie Whincup, num Ford Falcon da Triple 8, venceu no domingo (12/10), a Supercheap Auto Bathurst 1000. Foi a terceira vitória consecutiva da dupla na principal prova da categoria.

Whincup foi para a ponta da prova, depois de assumir o carro no lugar de Lowndes, no primeiro pit stop da equipe. A dupla não chegou a ter a liderança colocada em risco, em momento algum das seis horas e vinte e seis minutos de disputa. A dupla Greg Murphy/ Jason Richards, num Holden Commodore da Holden, terminou em 2º, seguida pela dupla James Courtney/ David Besnard, num Ford Falcon da Stone Brothers Racing. Depois de Besnard errar na escolha dos pneus no começo da corrida, o que ocasionou trocas desnecessárias, Courtney assumiu a 3ª posição na 158º volta, colocando pelo terceiro ano seguido, a dupla no pódio (3º em 2006 e 2º em 2007).


O brasileiro Max Wilson, em dupla com Brad Jones, num Holden Commodore da WPS Racing, terminou na 5ª posição.


O pole-position Gart Tander, num Holden Commodore da Holden Racing, teve problemas na embreagem de seu carro na largada, perdendo muitas posições. Seu parceiro Mark Knaife tentou recuperar posições, mas na 102ª volta, o piloto deu um leve toque no muro, acabando com as chances de vitória.


Com a terceira vitória seguida, Craig Lowndes/ Jamie Whincup se igualaram a Peter Brock/ Larry Perkins (1982-1984) e Peter Brock/ Jim Richards (1978-1980). Eels continuam sendo os únicos que ganharam o Troféu Peter Brock Memorial.


Whincup é o novo líder do campeonato com 2.316 pontos. Winterbottom é o 2º, com 2283, seguido por Tander, com 2234. Com 343 pontos, Wilson, que só voltou a categoria na etapa anterior, é o 32º colocado.


Final:


1 – Lowndes/Whincup (Ford Falcon) – Triple 8 – 161 voltas em 6h26:00.4291
2 – Murphy/J Richards (Holden Commodore) – Tasman – 2.4978
3 – Besnard/Courtney (Ford Falcon) – Stone Brothers – 4.5824
4 – Richards/Winterbottom (Ford Falcon) – Ford Performance – 5.1888
5 – Jones/Wilson (Holden Commodore) – WoW – 10.3239
6 – Davison/Johnson (Ford Falcon) – Johnson – 10.9588
7 – Canto/Youlden (Ford Falcon) – Ford Performance – 21.6530
8 – Perkins/Pretty (Holden Commodore) – Perkins – 30.8391
9 – Bright/Macrow (Ford Falcon) – Britek – 32.6680
10 – Coulthard/A Davison (Ford Falcon) – PCR – 54.8277
11 – Luff/Owen (Ford Falcon) – Cruickshank – 1:44.3574
12 – Skaife/Tander (Holden Commodore) – Holden – 1 volta
13 – Noske/Wood (Holden Commodore) – Rogers – 1 volta
14 – Halliday/Marshall (Ford Falcon) – Britek – 1 volta
15 – Giovanardi/Hynes (Ford Falcon) Triple 8 – 2 voltas
16 – Ellery/Ritter (Holden Commodore) – Tasman – 4 voltas
17 – T Kelly/Price (Holden Commodore) – Perkins – 4 voltas
18 – Ingall/Morris (Holden Commodore) – Morris – 5 voltas
19 – Patrizi/Reindler (Ford Falcon) – Ford Rising Stars – 5 voltas
20 – Dumbrell/R Kelly (Holden Commodore) – Autobarn – 34 voltas


Abandonos:


Bargwanna/D’Alberto – 159 voltas
Baird/Seton – 146 voltas
Neal/Said – 140 voltas
Caruso/Holdsworth – 139 voltas
van Gisbergen/Webb – 91 voltas
A Jones/McConville – 40 voltas
Scott/Pither – 8 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *