WEC: Alonso despista sobre participação no Mundial de Endurance em 2018

Não foi o desempenho de Fernando Alonso nesta sexta-feira de treinos livres em Interlagos o que mais interessou aos jornalistas. Após a prática do período da tarde, o piloto espanhol atendeu a imprensa e se esquivou dos questionamentos envolvendo sua ida para uma nova categoria do automobilismo: o WEC.

Segundo informações da emissora britânica BBC, Alonso já teria entrado em um acordo com a Toyota para correr as 24 Horas de Le Mans, entretanto, negociações para ele guiar pela equipe japonesa durante toda a temporada do WEC ainda estariam em curso.

“Nada a comentar. Ontem eu já havia dito que isso poderia ser uma possibilidade, mas até agora não há nada certo. Toda semana estou dentro de um carro. Na Indy 500, simuladores… estava em Indianápolis, no Alabama testei um carro. É a minha vida, é o que eu amo fazer”, disse Alonso.

O piloto espanhol firmou um novo contrato com a McLaren para 2018 que o obriga a participar de todas as etapas do calendário de Fórmula 1. A equipe britânica impôs essa condição depois de Alonso não disputar o GP de Monaco neste ano para competir nas 500 milhas de Indianápolis, prova da Fórmula Indy. Como apenas uma etapa do Mundial de Endurance cai no mesmo dia de uma etapa da F1, o GP dos EUA, a chance do asturiano se juntar à Toyota não está fora de cogitação.

Já em relação ao desempenho de sua McLaren nos dois treinos livres desta sexta, Fernando Alonso não saiu da pista muito feliz. Terminando as duas sessões em décimo lugar, o piloto espanhol ficou atrás até mesmo da Williams de Felipe Massa, que incluiu o carro do ex-companheiro de Ferrari entre aqueles que são superiores ao seu.

“Foi um pouco mais difícil do que imaginávamos. Tivemos alguns problemas no primeiro treino livre com suspensão, no segundo treino livre com o motor. No fim não consegui o que foi programado, mas tentamos cumprir as prioridades. Mais ou menos feliz com a disputa, mas sinto que preciso me sentir mais confiante no carro, vamos ver o que podemos fazer. Os tempos estão muito perto, há muitos candidatos para o Q3. Espero que sejamos uma das equipes a ocupar essas posições”, finalizou.

Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *