WEC: Brasileiros conquistam dois pódios nas 6 Hs de São Paulo

Corrida aconteceu neste sábado (15), no Autódromo de Interlagos

Representando o Brasil na quinta etapa da temporada 2012 do World Endurance Championship – WEC, realizada neste sábado (15) no Autódromo de Interlagos, São Paulo, os pilotos na pista conquistaram uma vitória, com Fernando Rees, ao lado de Patrick Bornhauser e Julien Canal e seu Corvette C6-ZR1, pela LMGTE-Am, um quarto lugar, na mesma categoria, da Ferrari F458 Italia de Enrique Bernoldi, Xandy Negrão e Chico Longo e um terceiro posto de Lucas Di Grassi, com Tom Kristensen e Allan McNish, à bordo do Audi R18 Ultra na LMP1.

Com este importante resultado, Fernando Rees comemorou. “Com este resultado podemos ser campeões já no Bahrein. Sabíamos que precisaríamos lugar para nos recuperar da quarta posição em Silverstone. Hoje, foi bom se pensarmos que os líderes bateram no início. Conseguimos passar o Porsche e abrimos vantagem. Foi uma prova confortável depois disso e vencer na frente do meu povo é especial”.

“Admito que ainda não tenho palavras para descrever o que estou sentindo”, encerra Rees. Ainda na LMGTE-Am, o trio brasileiro não teve a mesma sorte. “Uma corrida para esquecer”, diz Bernoldi. “Gostaria de agradecer ao Chico e ao Xandy pelo convite, antes de tudo. Na corrida, houve uma confusão na largada e sai dela, mas fui tocado por trás e jogado contra um outro protótipo, uma pena”.

“Fico feliz por ver que estivemos competitivos durante todo o fim de semana”, encerra o ex-piloto da Fórmula 1. O segundo no carro, Chico Longo, também lamentou os problemas. “Um pouco frusrante, já que viemos para brigar pela vitória e devido ao acidente na largada tivemos que brigar por um pódio. Com um pneu furado no fim nossas chances acabaram, mas acontece. Fica pra próxima”, encerra Longo.

Responsável por encerrar a corrida do trio nacional, Xandy Negrão mantém o discurso dos companheiros. “Os problemas que tivemos atrapalharam nosso resultado final, uma pena, pois acredito que poderíamos ter conquistado um bom lugar no pódio, talvez até vitória”, completa Xandy. Na briga pela vitória geral, Lucas Di Grassi competiu na LMP1 ao lado de Tom Kristensen e Allan McNish e chegou na terceira posição.

“Eu gostaria de agradeceu aos meus companheiros, Tom e Allan, pelo apoio neste período e por me receberam tão bem”, comenta Lucas Di Grassi. “Fizemos o melhor que foi possível com o carro desde o primeiro treino livre e neste sábado não tínhamos como ser mais rápidos. É sempre bom ter uma boa briga por vitórias e agora a Audi precisa se recuperar”, encerra Lucas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *