WTCC: Francês Yvan Muller sai na pole do WTCC em Curitiba

Carros espanhóis garantem primeira fila e superam Augusto Farfus.

Os SEAT Leon turbodiesel confirmaram os piores temores do paranaense Augusto Farfus e conquistaram a primeira fila do grid da prova de abertura do WTCC – o Campeonato Mundial de Carros de Turismo. O francês Yvan Muller, cujo pai vive há vários anos em Florianópolis, garantiu a pole com o tempo recorde de 1:24.295 para os 3.695 metros do circuito do Autódromo Internacional de Curitiba. O sueco Rickard Rydell, também da equipe oficial da fábrica espanhola, sairá em segundo, enquanto Farfus e o italiano Gabriele Tarquini, com outro SEAT León, dividirão a segunda fila.

“Não poderia ter começado melhor”, comemorou Muller. “O final do ano passado não foi bom, como em várias fases da minha carreira, mas deixei isso para trás. Sei que será difícil repetir a performance de hoje, principalmente se o calor continuar aumentando. Para mim, o ideal seria temperatura mais baixa ou até mesmo a chuva”, admitiu. Com 38 anos, Muller percorreu as categorias de fórmula no início da carreira e chegou a se aproximar da Fórmula 1 na década de 90, quando correu pela extinta Fórmula 3.000 – substituída em 2005 pela GP2. Tem uma filha do casamento na época com uma brasileira.

Augusto Farfus não escondia o desapontamento com a pole que não veio. Mas lembrou que a batida de Alain Menu na entrada da reta no meio do treino causou prejuízos também a ele. O suíço, aliás, se acidentara no mesmo ponto da prova de 2006. “Perdi meu primeiro jogo de pneus novos por causa da bandeira vermelha. Além disso, na terceira tentativa, encontrei o Jörg Muller rodado e tive de desviar para não bater. Ou seja, não foi a situação perfeita”, comentou Farfus. Mesmo assim, reconheceu que a evolução da brigada espanhola preocupa. “A competitividade aumentou e nossos rivais estão mais perto, comparados com 2007.” Vencedor de uma das duas baterias no ano passado, prometeu o máximo para alegrar os torcedores. “Vou fazer de tudo para dar o mesmo espetáculo”, avisou.

Vencedor das 24 Horas de Le Mans de 2007 na classe GT1, Rydell se disse contente no WTCC. “Gosto da categoria. Andei experimentando algumas outras, mas me sinto bem aqui. Até agora, foi um bom início. Mas, a exemplo do Yvan, ainda temos de ver como o carro se comportará nas primeiras 10 voltas”, ressalvou o sueco, que na última temporada começou pela Chevrolet e depois se transferiu para a SEAT.

A programação deste domingo na capital paranaense será aberta às 9 horas, com o treino de aquecimento do WTCC. A primeira bateria, com largada lançada, terá início às 13h20; a segunda, cuja ordem de partida obedecerá à classificação da anterior com a inversão das posições dos oito primeiros, está prevista para as 16h20, com saída do grid. O SporTv 2 exibirá as duas provas ao vivo. Fórmula BR 2.0 e Campeonato Brasileiro de Marcas completam o programa.

Os organizadores esperam a lotação total das arquibancadas de 30 mil lugares ao longo da reta dos boxes. Nos treinos classificatórios, a boa presença de público era uma indicação a mais do interesse dos torcedores curitibanos. Os ingressos ainda poderão ser obtidos neste domingo em um estande montado diante da entrada principal do autódromo, na base de troca por dois quilos de alimentos não-perecíveis. O total arrecadado será revertido ao Instituto Pró-Cidadania de Curitiba.

O resultado do treino classificatório em Curitiba:
1 – Yvan Muller (França), SEAT León TDI, 1min24s295, média de 157,80 km/h
2 – Rickard Rydell (Suécia), SEAT León TDI, a 0s109
3 – Augusto Farfus (Brasil), BMW 320si, a 0s187
4 – Gabriele Tarquini (Itália), SEAT León TDI, a 0s232
5 – Nicola Larini (Itália), Chevrolet Lacetti, a 0s284
6 – Jörg Muller (Alemanha), BMW 320si, 0s364
7 – Tiago Monteiro (Portugal), SEAT León TDI, a 0s435
8 – Robert Huff (Inglaterra), Chevrolet Lacetti, a 0s443
9 – Jordi Gene (Espanha), SEAT León TDI, a 0s490
10 – Tom Coronel (Holanda), SEAT León, a 0s692
11 – Alain Menu (Suíça), Chevrolet Lacetti, a 0s698
12 – Andy Priaulx (Inglaterra), BMW 320si, a 0s751
13 – Félix Porteiro (Espanha), BMW 320si, a 0s871
14 – Alessandro Zanardi (Itália), BMW 320si, a 0s880
15 – Pierre-Yves Corthals (Bélgica), SEAT León, a 1s068
16 – Sergio Hernández (Espanha), BMW 320si, a 1s426
17 – Stefano D’Aste (Itália), BMW 320si, a 1s511
18 – Olivier Tielemans (Holanda), BMW 320si, a 1s708
19 – Franz Engstler (Alemanha), BMW 320si, a 2s142
20 – Andrey Romanov (Rússia), BMW 320si, a 3s518
21 – Ibrahim Okyay (Turquia), BMW 320si, a 4s117

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *